Telbran - Verde Amanhecer

Página 3 de 4 Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Telbran - Verde Amanhecer

Mensagem  Miriel Guard em Sab 27 Set 2008, 23:52

*Miriel recua e com o arco ataca o dragonborn que Sigil pediu.*

*Miriel não entendia mas sempre que batalhava o cinzento vinha a sua mente, era como se ele a fizesse se sentir protegida, como se quando estivesse com ele esses dragonborns nunca conseguiriam feri-la.*

*De certa forma agora Miriel não lutava por um motivo tão puro quanto o que tinha quando começou sua jornada, agora ela lutva para que seu amor nunca viesse a se ferir, ela não aceitaria perde-lo e continuar a lutar*

(Miriel usa sua ação de movimento para andar um passo de ajuste para o L10 e lança DIRE RADIENCE no dragonborn do 4J.)
avatar
Miriel Guard
Frodo e Sam
Frodo e Sam

Número de Mensagens : 72
Reputação : 0
Pontos de Usuário : 3346
Data de inscrição : 22/07/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Telbran - Verde Amanhecer

Mensagem  Lucius em Dom 28 Set 2008, 12:10

*Mayaren aproximou-se do grupo mas pode perceber quando o dragonborn que tinha abandonado correu pela árvore tentando se aproximar dela, ficando ao lado dela mais uma vez, mas incapaz de atacá-la pelo esforço e tempo que dispendeu para chegar até aqui.

A flecha lançada por Miriel originou um foco de luz que atravessou as folhagens das altas copas das árvores, fazendo cair sobre o dragonborn uma rajada de luz dolorosa, queimando-o profundamente e persistindo sobre ele, provando que o machucaria mais caso ele se atrevesse a se aproximar de Miriel, e isso incluia se aproximar de Sigil. Enfurecido pelos ferimentos que recebera, o dragonborn respirou fundo e lançou sua baforada flamejante contra Sigil, que empunhou sua espada bravamente. A espada brilhou rapidamente, enquanto as chamas tentavam queimar Sigil, e depois se pôde ver que Sigil havia sofrido pouco com a baforada.

O dragonborn que Miriel havia abandonado se aproximou dela novamente, tentando lhe acertar uma nova espadada, mas Miriel esquivou-se desta vez, habilmente e sem maiores problemas.

Sem perder o foco, Sigil deixou seu agressor para trás e atacou meticulosamente o adversário de Miriel, que percebeu a aproximação do elfo mas conseguiu se esquivar do golpe do mesmo apenas com muito esforço.*

- Vamos trocar de alvos, Miriel! Eu fico com o seu!

*Com uma postura agressiva e constante, Sigil avisa ao dragonborn que ignorá-lo terá um preço elevado.*

[Iniciativa: Mayaren, Miriel, Dragonborns, Sigil

Battleground atualizado AQUI.]

Mayaren = 5 de dano / Miriel = 11 de dano / Sigil = 13 de dano]
avatar
Lucius
Lich King
Lich King

Masculino Número de Mensagens : 468
Idade : 35
Reputação : 13
Pontos de Usuário : 3913
Data de inscrição : 22/12/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Telbran - Verde Amanhecer

Mensagem  Niele em Dom 28 Set 2008, 13:55

*Mayaren corre para mais perto de Miriel, a batalha estava difícil, nenhum dragonborn perecera ainda... Aproveitando que tanto Miriel, quanto um dos dragonborn e também Sigil estavam bem próximos, ela invoca os poderes sagrados da Chama Rosa.*

- Com a luz de Miriam protejo meus amigos e firo meus inimigos!

*Erguendo um dos braços e segurando seu símbolo sagrado, Mayaren cria uma energia cor-de-rosa ao redor de Miriel, Sigil e o dragonborn. Esta energia fere o dragonborn e dá mais força a Miriel e Sigil. Em seguida, Mayaren lança sobre Miriel a dádiva da cura concedida por Miriam. Agora certamente o dragonborn a alcançaria, mas nada que não pudesse ser resolvido mais tarde.*

[Mayaren dá um passo de ajuste e depois se move para o quadrado I9, lançando sobre Miriel, Sigil e o dragonborn Divine Glow (gastando Action Point), e após isto cura Miriel com Healing Word]


Última edição por Niele em Ter 30 Set 2008, 20:29, editado 1 vez(es)

_________________
"Este caminho... Ninguém o percorre, Salvo o crepúsculo.
De que árvore florida chega? Não sei.
Mas é seu perfume..."


avatar
Niele
Lich King
Lich King

Feminino Número de Mensagens : 644
Idade : 27
Localização : Porto Alegre
Reputação : 0
Pontos de Usuário : 3916
Data de inscrição : 28/11/2007

Ver perfil do usuário http://www.fotolog.com/fabiane_3

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Telbran - Verde Amanhecer

Mensagem  Miriel Guard em Dom 28 Set 2008, 20:24

*Como era bom lutar com Sigil, ela se sentia naquelas brincadeiras de infância em que ela e Sigil derrotavam inimigos poderos imaginários.*

*Miriel se afasta*

- Vá para outro lugar dragonborn, pois este lugar não merece a fúria dos seus.

*Miriel amaldiçoa o dragonborn da sua frente*

*Miriel usa seu arco para lançar sua flecha roxa no dragonborn que atacou Sigil*

(Miriel faz seu passe de ajuste para o L11 usa WARLOCK'S CURSE no dragonborn do L9 e usa DIRE RADIENCE no dragonborn do J4.)
avatar
Miriel Guard
Frodo e Sam
Frodo e Sam

Número de Mensagens : 72
Reputação : 0
Pontos de Usuário : 3346
Data de inscrição : 22/07/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Telbran - Verde Amanhecer

Mensagem  Lucius em Seg 29 Set 2008, 17:45

*Respondendo às preces de Mayaren, uma área de quase cinco metros quadrados, centrada no dragonborn atacado por Sigil, começou a lançar chamas rosas do chão, inspIrando seus aliados e queimando o inimigo em seu interior. Mas as chamas não tinham sido suficientes para derrotá-lo.

Miriel atirou contra o dragonborn abandonado por Sigil, mas seu tiro não fora certeiro desta vez.

Aproveitando-se da oportunidade, o dragonborn avançou em carga contra Sigil, mas a espada do dragonborn chocou-se com a cota de malha do elfo, sem lhe causar maiores danos.

À frente de Sigil, seu outro oponente tentava acertá-lo, sem sucesso diante da rápida esquiva do guerreiro.

O dragonborn do qual Mayaren havia se afastado também investiu em carga contra ela, apenas para ver Mayaren esquivar-se do golpe sem maiores dificuldades.

Sigil, cercado, atacou primeiramente seu antigo adversário, atravessando sua espada no peito dele, e depois moveu-se para o lado do seu outro atacante, ferindo-o em seguida. Um dragonborn tombara e o segundo estava a caminho de cair.*

[Iniciativa: Mayaren, Miriel, Dragonborns, Sigil

Battleground atualizado AQUI.]

Mayaren = 5 de dano / Sigil = 13 de dano]
avatar
Lucius
Lich King
Lich King

Masculino Número de Mensagens : 468
Idade : 35
Reputação : 13
Pontos de Usuário : 3913
Data de inscrição : 22/12/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Telbran - Verde Amanhecer

Mensagem  Niele em Seg 29 Set 2008, 18:11

*Com Miriel bem, agora só lhe restavam forças para usar seus poderes de cura em mais uma pessoa... Ela observa Sigil, com certeza ele precisava mais que ela. Ela dá um passo para o lado, afim de enxergá-lo melhor, pois havia um dragonborn entre eles.*

- Que as bençãos de Miriam caiam sobre ti, nobre elfo! Em nome do Bem eu lhe trago a Cura!

*Mayaren ergue a mão em direção a Sigil, revitalizando suas forças para continuar o combate. Após isto rapidamente Mayaren se vira para o dragonborn, erguendo a outra mão para ele que direciona mais uma lança sagrada em sua direção.*

[Mayaren dá um passo de ajuste para I8 e utiliza Healing Word em Sigil e usa Lance of Faith no dragonborn do quadrado L9]

_________________
"Este caminho... Ninguém o percorre, Salvo o crepúsculo.
De que árvore florida chega? Não sei.
Mas é seu perfume..."


avatar
Niele
Lich King
Lich King

Feminino Número de Mensagens : 644
Idade : 27
Localização : Porto Alegre
Reputação : 0
Pontos de Usuário : 3916
Data de inscrição : 28/11/2007

Ver perfil do usuário http://www.fotolog.com/fabiane_3

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Telbran - Verde Amanhecer

Mensagem  Lucius em Qui 02 Out 2008, 16:09

[Este post foi solicitado por Miriel Guard para que eu postasse por ela.]

- Ei dragonborn, você é muito retardado mesmo! Quero ver como você se sai em uma briga com alguém como eu.

*Miriel solta atira sua flecha roxa*

(Miriel vai para o n11 usa WARLOCK'S CURSE no dragonboarn do H9, o provoca para q ele venha até ela e usa DIRE RADIENCE nele)
avatar
Lucius
Lich King
Lich King

Masculino Número de Mensagens : 468
Idade : 35
Reputação : 13
Pontos de Usuário : 3913
Data de inscrição : 22/12/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Telbran - Verde Amanhecer

Mensagem  Lucius em Sex 03 Out 2008, 18:02

*As preces de Mayaren alcançam Sigil na forma de doces chamas arrosadas, que lhe restauram integralmente as forças, fazendo o elfo olhar surpreso e agradecido para Mayaren, mas logo seu olhar assumiu a expressão de pura preocupação ao ver que o dragonborn aproveitou-se que ela lançara sua lança luminosa contra o oponente dele:*

- MAYAREEEEEEEEEEN!

*Gritou o elfo, sem mesmo dar atenção para o fato de que a lança havia alcançado seu objetivo, quase derrubando seu adversário. Gritou como se tentasse afastar o dragonborn assassino que se aproximava. Seu golpe mortal exauriu todas as forças de Mayaren e acabou por lhe fazer um pequeno corte no braço direito.

Logo em seguida, as luzes vindas dos céus sobre o alvo acertado de Miriel fizeram o dragonborn que lutava contra Sigil sucumbir completamente. Mas ainda restava mais um!

O último dos inimigos não intimidou-se pela morte de seus dois companheiros e apenas partiu decidido a derrubar a elfa que fugia dele desde o início do combate. E assim o fez! Em poderoso golpe, ele acertou as costas de Mayaren, fazendo jorrar seu sangue vermelho acima da cor rosa de seus trajes. A dor foi tão intensa que Mayaren perdeu a consciência, percebendo apenas que seus batimentos cardíacos diminuíam de intensidade aos poucos.

Sigil, ensandecido de raiva, partiu para cima do Dragonborn:

- MORRRRRRRAAAAA!

*Mas em sua fúria intensa foi incapaz de acertar o ágil dragonborn.

Um forte sentimento de dever acertou Sigil. Mayaren poderia ter se curado. Poderia estar de pé agora, mas ela havia escolhido curá-lo. E isso não seria esquecido.*

[Iniciativa: Mayaren, Miriel, Dragonborns, Sigil

Battleground atualizado AQUI.]

Mayaren = 24 de dano (incosnciente)]
avatar
Lucius
Lich King
Lich King

Masculino Número de Mensagens : 468
Idade : 35
Reputação : 13
Pontos de Usuário : 3913
Data de inscrição : 22/12/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Telbran - Verde Amanhecer

Mensagem  Lucius em Sab 04 Out 2008, 10:35

[Post mandado por Miriel pelo MSN.]

*Começa a escorrer lágrimas dos olhos de Miriel*

*Miriel não poderia perder mais amigos, havia sentido ciúmes daquela elfa, mas ela dividia carinho pela mesma pessoa e de algum modo sabia que ela seria a pessoa mais próxima de entende-la.*

*Miriel atira sua flecha roxa, mas ela é diferente das outras, essa fecha é menor, mas de alguma forma parece ser mais poderosa*

*Miriel novamente usa o arco só que com sua flecha normal. Pela primeira vez Miriel simplesmente soltou seu precioso arco no chão para poder girar um pequeno anel mais rápido.*

(Miriel usa FLAME OF PHLEGETHOS do dragonboarn do H9, usa Action Point para lançar Eldricht Blast, e usa sua ação menor para girar o Anel do Alerta em seu dedo para q Green Rage venha a socorrer.)
avatar
Lucius
Lich King
Lich King

Masculino Número de Mensagens : 468
Idade : 35
Reputação : 13
Pontos de Usuário : 3913
Data de inscrição : 22/12/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Telbran - Verde Amanhecer

Mensagem  Lucius em Sab 04 Out 2008, 12:13

*A flecha de Miriel acerta em cheio o dragonborn, consumindo-o em chamas perpétuas, mas ainda não tempo suficiente para derrubá-lo. Logo em seguida veio a rajada mística da Warlock, acertando-o mais uma vez. Em uma tentativa de mudar o rumo das coisas, o dragonborn atacou Sigil, obrigando o elfo a esquivar-se com esforço, mas Sigil, enfurecido, contra-ataca com uma poderosa seqüência de golpes que acaba por derrubar ao chão o dragonborn, ainda sendo consumido pelas chamas de Miriel.

Sigil move-se em direção à Mayaren, mas o barulho de inimigos próximos chamou sua atenção: mais cinco dragonborns estavam se aproximando. Sigil levantou-se novamente, empunhando sua espada, pronto para enfrentar a morte, fosse como fosse, mas chamas colocaram-se em seu caminho... chamas verdes.

Os dragonborns à frente foram envolvidos por chamas verdes que pareciam lhes causar imensa dor, jogando-os ao chão, enquanto as mesmas chamas envolviam Mayaren, recuperando-lhe a vida. A voz de Albion se fez ouvir, atrás de Miriel:*

- Nunca perca as esperanças.

*Mayaren abriu os olhos, completamente recuperada de seus ferimentos, ainda caída no chão. Albion se aproximou, estendendo a mão para ajudá-la a se levantar e disse, olhando para algum ponto à sua esquerda:*

- Fique tranquilo, Green Rage. Elas estão bem. Receba nosso visitante da forma apropriada.

*Miriel percebeu que o anel havia mudado de cor como deveria, o que significava que Green Rage sabia que ela estava em perigo, mas ele não tinha aparecido. Algo maior deveria estar chamando sua atenção. Algo maior do que apenas dragonborns.*
avatar
Lucius
Lich King
Lich King

Masculino Número de Mensagens : 468
Idade : 35
Reputação : 13
Pontos de Usuário : 3913
Data de inscrição : 22/12/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Telbran - Verde Amanhecer

Mensagem  Niele em Sab 04 Out 2008, 13:07

*Mayaren abre os olhos lentamente... Por alguns segundos não ouviu nada, ficou parada tentando entender o que estava acontecendo. Mas logo o barulho da guerra invade seus ouvidos, fazendo-a olhar para todos os lados muito rápido. Ela vê Albion lhe estendendo a mão... Ela olha para seu corpo, a dor do último golpe que recebera ainda estava clara em sua mente, mas ela estava recuperada. Levanta-se com o auxílio de Albion, observando Sigil e Miriel...*

- Que bom... Eles estão bem. Obrigada Albion.

Albion escreveu:- Fique tranquilo, Green Rage. Elas estão bem. Receba nosso visitante da forma apropriada.

- O que está havendo, Albion? *Mayaren pergunta, calma mas a preocupação em seus olhos era visível.*

_________________
"Este caminho... Ninguém o percorre, Salvo o crepúsculo.
De que árvore florida chega? Não sei.
Mas é seu perfume..."


avatar
Niele
Lich King
Lich King

Feminino Número de Mensagens : 644
Idade : 27
Localização : Porto Alegre
Reputação : 0
Pontos de Usuário : 3916
Data de inscrição : 28/11/2007

Ver perfil do usuário http://www.fotolog.com/fabiane_3

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Telbran - Verde Amanhecer

Mensagem  Miriel Guard em Dom 05 Out 2008, 17:59

*Miriel sorri e olha para Sigil*

- Que susto!

*Fala olhando para Sigil*

- Eu o feri mais.

*Sorri*

- Todos prontos ou já cansaram???
avatar
Miriel Guard
Frodo e Sam
Frodo e Sam

Número de Mensagens : 72
Reputação : 0
Pontos de Usuário : 3346
Data de inscrição : 22/07/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Telbran - Verde Amanhecer

Mensagem  Lucius em Dom 05 Out 2008, 18:55

Miriel escreveu:- Eu o feri mais.

*Sigil olhou sem entender muito bem do que falava Miriel, mas logo sorriu e disse:*

- Volte a sonhar com fadas, Miriel. A realidade é mais dura: eu o derrubei!

Mayaren escreveu:- O que está havendo, Albion?

*Albion voltou seus olhos para Mayaren e pensou alguns segundos. Então fechou os olhos e começou a falar:*

- Há 351 anos atrás, exatamente no Ano Zero de Pandorah, marcado pela invasão dos globinóides, um dragão vermelho imensamente poderoso aliou-se ao invasores e atacou esta floresta, ameaçando destruir todos os elfos que moravam aqui. E ele teria conseguido, se outro dragão não tivesse intervido. - *Albion faz uma pausa para que deduzissem que Green Rage tinha sido esse dragão.* - Mas a batalha foi a mais feroz que já ocorreu nesta floresta. Metade do reino élfico caiu durante esta luta, enquanto os elfos tentavam refugiar-se na floresta densa, observando descrentes que seu Algoz declarado lutava por eles. Cansados de lutar, os dois dragões partiram com o resto de suas forças em um último e decisivo golpe: Green Rage acertou o rosto do dragão vermelho, cegando-o temporariamente, a ponto de ele não perceber que havia cortado o peito de Green Rage de forma mortal.

*Miriel e Mayaren lembram-se da grande cicatriz que pode ser vista no corpo de Green Rage quando ele assume sua forma dracônica.*

- Cego, o dragão fugiu do campo de batalha e Green Rage recolheu-se ao seu covil, às portas da morte. Alguns elfos tentaram se aproveitar de sua fraqueza para matá-lo, mas o Rei Egalael foi contra esta vitória covarde. Se fossemos vencer Green Rage, que fosse da forma correta. Ele tinha razão. Nós vencemos da forma correta.

*Albion abriu os olhos, olhando para sua esquerda, e disse:*

- Nosso visitante de hoje é mesmo dragão vermelho de três séculos atrás. Mais uma vez os dragões movem-se pelo mundo, mas desta vez a revolução é deles! Não posso impedí-las de irem até lá, mas peço que tomem distância.

*Albion ouviu que ainda ocorriam combates pela cidade e disse:*

- Preciso ir, minhas caras convidadas. O dever me chama.

*E partiu, para a próxima batalha onde sua chama se faria presente, provando aos elfos de que Aqueron nunca abandonara os amantes da Natureza.*

Miriel escreveu:- Todos prontos ou já cansaram???

*Sigil olhou para a esquerda e disse, com voz determinada:*

- Eu não perderia isso por nada!

*E começa a correr em direção a Green Rage, que está a mais de duzentos metros de distância.*
avatar
Lucius
Lich King
Lich King

Masculino Número de Mensagens : 468
Idade : 35
Reputação : 13
Pontos de Usuário : 3913
Data de inscrição : 22/12/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Telbran - Verde Amanhecer

Mensagem  Miriel Guard em Seg 06 Out 2008, 19:46

*Segue Sigil*
avatar
Miriel Guard
Frodo e Sam
Frodo e Sam

Número de Mensagens : 72
Reputação : 0
Pontos de Usuário : 3346
Data de inscrição : 22/07/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Telbran - Verde Amanhecer

Mensagem  Niele em Ter 07 Out 2008, 00:49

*Mayaren ouve Albion calada... Muitas coisas passaram por sua cabeça, desde a covardia de alguns elfos em se aproveitar daquele que quase morrera salvando-os, até do Rei que não permitiu que isto acontecesse. Ela reflete sobre as atitudes de Green Rage... Estaria ele se redimindo ou tinha motivos individuais e egoístas por estar fazendo tudo aquilo? Mesmo assim, sua admiração por ele crescia.*

- Certo... vamos... AGORA!!!

*Segue Sigil e Miriel.*

_________________
"Este caminho... Ninguém o percorre, Salvo o crepúsculo.
De que árvore florida chega? Não sei.
Mas é seu perfume..."


avatar
Niele
Lich King
Lich King

Feminino Número de Mensagens : 644
Idade : 27
Localização : Porto Alegre
Reputação : 0
Pontos de Usuário : 3916
Data de inscrição : 28/11/2007

Ver perfil do usuário http://www.fotolog.com/fabiane_3

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Telbran - Verde Amanhecer

Mensagem  Lucius em Ter 07 Out 2008, 18:58

*O grupo avançou pela cidade acompanhando com os olhos os cadáveres de inúmeros dragonborns e poucos elfos. Alguém havia derrotado muitos dragonborns em uma seqüência que deixou uma trilha de corpos pelo caminho.

Mais próximos, os três podiam ver uma cena inusitada: Green Rage, parado, com a espada e armadura marcadas pelo sangue do combate, olhando para a frente, onde estava um homem de cabelos curtos espetados e uma cicatriz transversal no rosto, entre os olhos. O ruivo usava uma armadura de placas vermelhas e possuia uma montante dentada nas costas.

O visitante batia palmas:*

- *clap, clap, clap* Inacreditável, Green Rage. Você continua o mesmo orgulhoso de sempre. Sabe, nós estávamos com um problema para te encontrar depois que você pegou o Bastão Draconior, mas então eu tive essa idéia boba de que, se atacássemos a capital élfica, você apareceria. E, olha o que temos aqui, você apareceu!

- Você ordenou este ataque apenas para me pegar?

- Não posso negar que tenho um assunto não terminado com estas terras, mas isso ficará para depois, depois que a Barreira Draconian cair para sempre. Agora, vamos para o que interessa!

*E sacou sua espada, atacando rapidamente Green Rage, que defendeu-se e inicou seu contra-ataque dizendo:*

- VOCÊ MORRE HOJE, RÚBEROS!

*Sigil arregalou os olhos, descrente:*

- Então.... então é verdade? Green Rage está lutando contra dragões? Green Rage está tentando impedir que derrubem a Barreira? Eu não posso... eu não posso...

*Sigil se apoiou em uma árvore próxima, com os olhos esbugalhados.

A batalha se desenvolvia de forma violenta e agitada. Miriel observou a fúria de Green Rage agindo novamente. Ele não via mais nada! Apenas Rúberos à sua frente. Seria perigoso se aproximar.*
avatar
Lucius
Lich King
Lich King

Masculino Número de Mensagens : 468
Idade : 35
Reputação : 13
Pontos de Usuário : 3913
Data de inscrição : 22/12/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Telbran - Verde Amanhecer

Mensagem  Miriel Guard em Qua 08 Out 2008, 07:35

- O pior Sigil é que você só acredita assim, juro que tentei te falar isso muitas vezes.

- Agora não é hora para isso, não podemos deixar o dragão vermelho nos ver ou ele usará sua força em nós para atrapalhar Green Rage.

- Rápido Sigil, vamos para onde possamos ajudar ao invez de atrapalhar.
avatar
Miriel Guard
Frodo e Sam
Frodo e Sam

Número de Mensagens : 72
Reputação : 0
Pontos de Usuário : 3346
Data de inscrição : 22/07/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Telbran - Verde Amanhecer

Mensagem  Niele em Qua 08 Out 2008, 15:02

Miriel escreveu:- Agora não é hora para isso, não podemos deixar o dragão vermelho nos ver ou ele usará sua força em nós para atrapalhar Green Rage.

- Rápido Sigil, vamos para onde possamos ajudar ao invez de atrapalhar.

- Tem razão Miriel... Não vejo muito mais que possamos fazer. Será que não há uma outra maneira de ajudar?

*Segue Miriel.*

_________________
"Este caminho... Ninguém o percorre, Salvo o crepúsculo.
De que árvore florida chega? Não sei.
Mas é seu perfume..."


avatar
Niele
Lich King
Lich King

Feminino Número de Mensagens : 644
Idade : 27
Localização : Porto Alegre
Reputação : 0
Pontos de Usuário : 3916
Data de inscrição : 28/11/2007

Ver perfil do usuário http://www.fotolog.com/fabiane_3

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Telbran - Verde Amanhecer

Mensagem  Lucius em Qui 09 Out 2008, 22:23

*A batalha entre os dois dragões beirava o impossível, devido à força e rapidez com que se degladiavam. Rúberos era mais estratégico, enquanto Green Rage atacava de todas as formas que podia visando despedaçar o mais rápido possível seu adversário. Rúberos sorria, como se aproveitasse a luta, enquanto Green Rage o encarava em fúria absoluta.

Durante os ataques e esquivas do combate, Rúberos percebeu o grupo que conversava próximo e começou a levar a luta até eles. Quando ficou perto o suficiente, correu entre as árvores para ficar de frente para Miriel. O dragão parou, sorrindo sadicamente a um metro de Miriel, e disse:*

- Olá! Você deve ser Miriel, não é mesmo? Trouxe uma encomenda para você.

*Então ele saltou rapidamente para cima, revelando que, atrás dele, vinha Green Rage, rápido demais para parar seu ataque com a espada, que prometia partir Miriel ao meio. A razão não estava naqueles olhos verdes. Miriel já tinha visto Green Rage irritado, mas nunca o havia visto daquele jeito. Rúberos, por algum motivo, tinha esse poder de enfurecer Green Rage. E lá vinha a Fúria Verde.

Quando Rúberos saltou, Green Rage demorou um segundo para perceber que iria acertar Miriel ao invés de Rùberos, mas um segundo durante um ataque é muito tempo. Surpreendido por ver sua protegida no caminho de sua lâmina, Green Rage parou exatamente na frente dela, com a espada a centímetros do pescoço de Miriel. A fúria dava espaço ao desespero. Nesse momento, Rúberos caiu às costas de Green Rage, desferindo poderoso golpe que lhe cortou as costas, além da armadura mágica. O sangue verde escuro de Green Rage saltou pelo ar atrás dele e a dor o fez ajoelhar-se diante de Miriel, cravando a espada no chão para apoiar-se.*

- Sa-saiam daqui.

- HAHAHAHAHAHAHA! EU DISSE! EU DISSE! VOCÊ ESTÁ AMOLECENDO, GREEN RAGE! Assim fica muito mais fácil te matar. Até perde um pouco a graça! Quem poderia imaginar que o grande algoz dos elfos se tornaria este coração mole perdedor!

*Neste momento Rúberos deteve-se mais olhando para Sigil e Mayaren e disse:*

- Ora, veja o que temos aqui, meu caro: uma elfa virgem! Sabe, eu poucas vezes provei desta iguaria. Acho que está na hora de relembrar o gosto.

*Quando Rúberos começou a andar lentamente em direção a Mayaren, Green Rage ergue-se de sobressalto e desferiu um rápido ataque em direção a Rúberos, que pulou para trás. Agora era possível para os três verem a gravidade do golpe que o ferira. O sangue ainda escorria aos poucos de sua armadura, pingando no chão, misturando-se ao verde da grama da floresta.*

- Você vai provar apenas o gosto de minha Ekatossen, Rúberos.

*Mayaren e Miriel já havia ouvido falar das sagradas Ekatossens: doze espadas sagradas criadas pelo Mestre Ékato com o poder de manipular o tempo e o espaço. Então essa era a espada de Green Rage. Não era a toa que ele era tão poderoso. Mas como todo item mágico, a Ekatossen possuía um limite de funcionamento, e a de Green Rage parecia ter alcançado seu limite por um tempo.*

- HAHAHAHAHA! Enérgico como sempre! Mas quem diria que um dia protegerias aqueles que covardemente massacrou por tantos séculos! Ei, vocês aí, Green Rage, seu algoz, está ferido e de costas. Pode ser sua única chance!

*Green Rage olhou com o canto dos olhos para Mayaren e Sigil, um tanto incerto do que esperar deles. Mais do que isso: ele queria ver a resposta. Sigil tremia o braço da espada, ainda tentando raciocinar sobre o que deveria fazer.*
avatar
Lucius
Lich King
Lich King

Masculino Número de Mensagens : 468
Idade : 35
Reputação : 13
Pontos de Usuário : 3913
Data de inscrição : 22/12/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Telbran - Verde Amanhecer

Mensagem  Niele em Sex 10 Out 2008, 20:11

Lucius_D escreveu:*Neste momento Rúberos deteve-se mais olhando para Sigil e Mayaren e disse:*

- Ora, veja o que temos aqui, meu caro: uma elfa virgem! Sabe, eu poucas vezes provei desta iguaria. Acho que está na hora de relembrar o gosto.

*Mayaren segura seu símbolo sagrado com força, olhando seriamente para Rúberos. Ela realmente estava o encarando, sem medo...*

Lucius_D escreveu:*Quando Rúberos começou a andar lentamente em direção a Mayaren, Green Rage ergue-se de sobressalto e desferiu um rápido ataque em direção a Rúberos, que pulou para trás. Agora era possível para os três verem a gravidade do golpe que o ferira. O sangue ainda escorria aos poucos de sua armadura, pingando no chão, misturando-se ao verde da grama da floresta.*

- HAHAHAHAHA! Enérgico como sempre! Mas quem diria que um dia protegerias aqueles que covardemente massacrou por tantos séculos! Ei, vocês aí, Green Rage, seu algoz, está ferido e de costas. Pode ser sua única chance!

*Green Rage olhou com o canto dos olhos para Mayaren e Sigil, um tanto incerto do que esperar deles. Mais do que isso: ele queria ver a resposta. Sigil tremia o braço da espada, ainda tentando raciocinar sobre o que deveria fazer.*

- Tudo bem Green Rage. Neste momento, Miriam não permitirá que este monstro chegue perto de mim. *Ela fecha os olhos por breves segundos, concentrada.* - Por mais que ele queira, Miriam não permitirá. *Ela ainda segurava seu símbolo sagrado, que naquele momento brilhava em um rosa intenso. Ela abr eos olhos e cochicha para Sigil e Miriel...* - Corram, saiam daqui... eu irei logo... Por favor, se escondam ou tudo estará perdido.

*Tocando suavemente nas costas daquele que acabara de impedir que a machucassem mais uma vez, Mayaren utiliza sua energia divina tentando aliviar o ferimento nas costas de Green Rage.*

- É lógico, Rúberos, que eu não fugiria covardemente antes de tentar ajudar. Você sabia disto, mas esqueceu o que significa este símbolo em meu peito. Agora, se me der licença...

*Mayaren tira a mão das costas de Green Rage, no caminho encostando muito brevemente sua mão na dele.*

"Perdão, Green Rage, você estava certo..." *É o pensamento triste de Mayaren, que agora se afasta.*

[Mayaren usa Paz de Miriam contra Rúberos em sua Standard Action, usa uma ação menor para usar Healing Word em Green Rage e depois usa sua Ação de Movimento para se afastar.]

_________________
"Este caminho... Ninguém o percorre, Salvo o crepúsculo.
De que árvore florida chega? Não sei.
Mas é seu perfume..."


avatar
Niele
Lich King
Lich King

Feminino Número de Mensagens : 644
Idade : 27
Localização : Porto Alegre
Reputação : 0
Pontos de Usuário : 3916
Data de inscrição : 28/11/2007

Ver perfil do usuário http://www.fotolog.com/fabiane_3

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Telbran - Verde Amanhecer

Mensagem  Miriel Guard em Sab 11 Out 2008, 20:43

*Miriel dá um tabefe na cara de Sigil*

- Corre seu imbecil!

- Mayaren venha ou você irá atrapalhar.

*Miriel corre puxando Sigil pelo braço até ele voltar a raciocinar.*

*Como foi burra, deveria de ter puxado a Mayarem, aquela elfa! Precisavam todos sair dali ou seriam usados como ponto fraco de Green Rage.*
avatar
Miriel Guard
Frodo e Sam
Frodo e Sam

Número de Mensagens : 72
Reputação : 0
Pontos de Usuário : 3346
Data de inscrição : 22/07/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Telbran - Verde Amanhecer

Mensagem  Lucius em Seg 13 Out 2008, 16:47

Mayaren escreveu:*Tocando suavemente nas costas daquele que acabara de impedir que a machucassem mais uma vez, Mayaren utiliza sua energia divina tentando aliviar o ferimento nas costas de Green Rage.*

*Green Rage arregalou os olhos diante da aproximação de Mayaren, confrontado por suas palavras na última conversa com Mayaren. Ela estava sendo "Burra" afinal de contas, mas Green Rage não cedeu à fúria de ofendê-la e reprimí-la por ter ficado e o curado. Ele parecia pasmo ao ver uma elfa tocando-o e curando-o daquela forma. Até hoje, nem mesmo Albion o havia curado, sabedor que isto ofenderia o orgulho dracônico de Green Rage. O toque da mão de Mayaren à suas costas sucedeu o calor benfazezo do poder divino manifestado na cor rosa, curando-lhe grande parte das forças e parando o sangramento de seu ferimento. Nenhuma cicatriz ficaria desta vez. Então Green Rage deu-se conta de uma coisa, raciocinando:

Mayaren, eu não posso lutar com todas minhas forças enquanto você estiver por perto, enquanto eu puder machucá-los. Rúberos tem razão: está muito fácil de me matar agora. Seria este o meu fim? Chegou a minha hora de repousar no mar da eternidade?

Mayaren escreveu:- Tudo bem Green Rage. Neste momento, Miriam não permitirá que este monstro chegue perto de mim. *Ela fecha os olhos por breves segundos, concentrada.* - Por mais que ele queira, Miriam não permitirá.

Mayaren escreveu:- É lógico, Rúberos, que eu não fugiria covardemente antes de tentar ajudar. Você sabia disto, mas esqueceu o que significa este símbolo em meu peito. Agora, se me der licença...

*Rúberos arregalou os olhos, num misto de surpresa e fúria. A primeira vez que ele transparecia algo diferente de sua face divertida desde que apareceu em Verde Amanhecer. A idéia de uma elfa ficar ao lado de Green Rage revirou-lhe o íntimo de forma tão intensa que ele perdera a atenção que tinha sobre Green Rage. Apenas uma coisa importava: ensinar uma lição para a elfa, ou melhor, fazer da elfa uma lição para todo o mundo!

Rúberos despertou inconscientemente toda sua glória e poder, lançando sobre Mayaren sua áura de medo avassaladora. O sangue de Mayaren parou. Sua pele começou a suar frio. Suas pernas não mais obedeciam seu comando. A vida parecia o brilho de uma vela prestes a apagar-se. Então Rúberos ergueu sua espada em direção a Mayaren e correu em sua direção, deixando Green Rage ajoelhado para trás, partindo furiosamente:*

- NÓS NÃO PRECISAMOS DE SUAS CHAMAS, VERME! MORRA PELA HUMILHAÇÃO QUE NOS CAUSASTE!

*Rúberos partiu rapidamente sobre Mayaren, mas parou bruscamente, golpeado pela espada de Green Rage no centro do abdômen, impedido de continuar avançando. Rúberos olhou descrente para a espada cravada en seu corpo e voltou a sorrir maliciosamente, sangrando pela boca, dizendo:*

- Ops, eu acho que me exaltei. Mas tenha certeza de uma coisa, Mayaren: da próxima vez que nos virmos, eu vou jantar seu coração numa bandeja.

*E teleportou-se para longe, escapando por entre as árvores da floresta, deixando no ar a Ekatossen ainda suja pelo sangue vermelho de Rúberos.

Miriel pôde ver toda a cena, embora Sigil continuasse chocado com a escolha que lhe havia sido dada, agora perguntando-se por que havia exitado na resposta. Ele livrou-se da mão de Miriel e, com o rosto voltado para baixo, disse:*

- Me deixe em paz, Miriel. Eu preciso pensar.

*E começou a andar para longe de todos.*

Green Rage guardou sua espada na bainha, de olhos fechados, e voltando-se para Mayaren, perguntou:*

- Eu havia dito para não se aproximar de mim durante uma batalha. Por que você cometeu esta "burrice"?
avatar
Lucius
Lich King
Lich King

Masculino Número de Mensagens : 468
Idade : 35
Reputação : 13
Pontos de Usuário : 3913
Data de inscrição : 22/12/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Telbran - Verde Amanhecer

Mensagem  Miriel Guard em Seg 13 Out 2008, 18:04

*Puxa Sigil para longe, Miriel o leva até sua casa*

- Tenho algo a lhe contar Sigil, algo que irá mudar totalmente seu ponto de vista, algo q fará com que você nunca mais fique pasmo diante de uma batalha.

- Tenho que te contar algo pela ultima vez.

- Tenho que te falar o que penso e o que pensei no passado.

- Tenho que te falar tudo que escondi no passado.

*Começa a chorar mas continua indo*

- Que escondi por você ser tão cabeça dura.
avatar
Miriel Guard
Frodo e Sam
Frodo e Sam

Número de Mensagens : 72
Reputação : 0
Pontos de Usuário : 3346
Data de inscrição : 22/07/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Telbran - Verde Amanhecer

Mensagem  Niele em Seg 13 Out 2008, 21:02

*Mayaren suava, com a respiração ofegante, sentia que seu coração ia pular pela boca, com o susto ela havia tropeçado e caído sentada no chão. Com a mão no peito, ela vê Rúberos partir, com uma gota de suor descendo pelo seu rosto. Sente sua respiração ir voltando ao normal aos poucos, a espada de Green Rage pingando o sangue daquele monstro... Um suspiro de alívio não pode ser contido.*

Lucius_D escreveu:- Eu havia dito para não se aproximar de mim durante uma batalha. Por que você cometeu esta "burrice"?

*Sua cabeça que estava voltada para o chão, levanta olhando para Green Rage. Um leve sorriso foi dado, em seguida acompanhado de sua voz amena e gentil.*

- Ele foi embora... Não foi? *Levanta-se devagar, limpando a terra de seu longo manto.* - Os elfos não estão correndo perigo agora, ao menos eu espero... E você não está mais sangrando... Ele teve que recuar, além de a distração ter feito ele levar um belo de um golpe.

- Talvez, realmente, tenha sido burrice... Mas fiz o que tinha que ser feito neste momento em especial. Sabe... Tenho que lhe pedir desculpas pelas minhas palavras orgulhosas anteriormente. Isto tudo está sendo muito estranho para mim... Fui uma idiota. Isto sim foi a verdadeira burrice que eu cometi... Perdão...
*Não tinha como duvidar que Mayaren não estava sendo sincera.*

- Respondendo a sua pergunta... Por que eu fiz? Bem... Talvez você não entenderia... Mas eu sou incapaz de não ajudar aqueles que gosto. *Um olhar meigo, sem ser bobo.* Não foi nem uma, nem duas vezes que eu caí em batalha para proteger alguém. Pude ajudar Miriel e Sigil contra os dragonborns, oferecendo-lhes a cura, mas em troca caí em chão. Certas coisas merecem sacrifícios... Eu faria o mesmo por você. Vou tentar criar estratégias melhores para poder ajudar sem que atrapalhe, mas ficar apenas olhando alguém sangrar... Não, isto eu jamais faria. *Mesmo falando daquela forma gentil, as palavras de Mayaren continham muita seriedade e determinação.*

_________________
"Este caminho... Ninguém o percorre, Salvo o crepúsculo.
De que árvore florida chega? Não sei.
Mas é seu perfume..."


avatar
Niele
Lich King
Lich King

Feminino Número de Mensagens : 644
Idade : 27
Localização : Porto Alegre
Reputação : 0
Pontos de Usuário : 3916
Data de inscrição : 28/11/2007

Ver perfil do usuário http://www.fotolog.com/fabiane_3

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Telbran - Verde Amanhecer

Mensagem  Lucius em Qua 15 Out 2008, 09:25

Miriel escreveu:*Começa a chorar mas continua indo*

- Que escondi por você ser tão cabeça dura.

*Sigil havia pensado em forçar seu braço para se soltar de Miriel, mas ao saber que haviam coisas que ela tinha de lhe contar, coisas tão dolorosas a ponto de fazê-la chorar, Sigil refreou sua revolta e deixou-se levar para a casa de Miriel. Naquele momento, ele e Miriel não eram opositores morais a respeito de Green Rage, eram apenas os jovens amigos de infância que acabaram de lutar juntos para salvar sua amada cidade.

Ao chegarem na casa de Miriel, Sigil estava um tanto constrangido na presença de Miriel, olhando para o lado como se fugisse da verdade daquelas lágrimas. Aquilo fez Sigil se sentir intimamente desconfortável, possuído por um sentimento que nem sabia que existia.*

- En-então.... o que você queria me contar?

Mayaren escreveu:- Respondendo a sua pergunta... Por que eu fiz? Bem... Talvez você não entenderia... Mas eu sou incapaz de não ajudar aqueles que gosto. *Um olhar meigo, sem ser bobo.*

*Green Rage arregalou os olhos, completamente pasmo. Seus pensamentos explodiram:

"Ela realmente disse isso? Ela realmente pensou isso? Como ela pode ser tão simplista? Como ela pode gostar de alguém como eu? O que tem na cabeça dessa elfa? Ingênua! Ela deve ser muito ingênua! Só pode ser isso. Ela ainda não sabe quem eu sou de verdade. Ela gosta de uma ilusão. Talvez esteja na hora de mostrar algumas verdades."

Mayaren escreveu:Não foi nem uma, nem duas vezes que eu caí em batalha para proteger alguém. Pude ajudar Miriel e Sigil contra os dragonborns, oferecendo-lhes a cura, mas em troca caí em chão. Certas coisas merecem sacrifícios... Eu faria o mesmo por você. Vou tentar criar estratégias melhores para poder ajudar sem que atrapalhe, mas ficar apenas olhando alguém sangrar... Não, isto eu jamais faria. *Mesmo falando daquela forma gentil, as palavras de Mayaren continham muita seriedade e determinação.*

*Green Rage arregalou umas das sobrancelhas e mencionou:*

- Você não está na chama errada? Sacrifício pessoal é coisa de Chama Rubra, eu bem o sei. Bem o sei porque...

*Então Green Rage fez uma rápida expressão de dor, mas logo retomou a séria expressão em direção a Mayaren e começou a falar, com irritado tom de voz:*

- ... Porque eu matei muitos paladinos da Chama Rúbra. Não só da chama rubra como de todas as chamas! Não somente paladinos mas clérigos também. Eu matei tantos que não consigo nem contar. Por séculos eu oprimi aos elfos como se fosse a única coisa que me desse prazer, e eu buscava o prazer o máximo possível, das mais horríveis formas que você pode imaginar. EU MATEI MILHARES DE ELFOS, MAYAREN! Matei pelo prazer de destruir seus orgulhos injustificados, suas posturas soberbas que ousavam me desafiar mesmo no instante da morte. Sua afronta ao meu poder ficava maior a cada um que eu matava e muitos vieram tentar impedir que eu os continuasse matando, mas todos falharam. Todos...

*Green Rage fechou os olhos, com imensa expressão de raiva no rosto. Sua mão se fechou intensamente sobre o punho da espada na bainha. Mataria mil dragões se pudesse! Mas então abriu novamente seus olhos e disse, com séria expressão:*

- Por isso, não me digas levianamente que gostas de mim. Não me tornes alvo de seu amor incondicional a todas as criaturas! Existem muitos outros mais dignos do que eu por aí. Busque-os e me deixe em paz, deixe-me apenas com minha verdade, com apenas aquilo que eu devo colher, mais cedo ou mais tarde. Não te ligues a mim, Mayaren, porque eu não permitirei que continues. Eu vou livrá-la de seu desejo infeliz o mais rápido possível.
avatar
Lucius
Lich King
Lich King

Masculino Número de Mensagens : 468
Idade : 35
Reputação : 13
Pontos de Usuário : 3913
Data de inscrição : 22/12/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Telbran - Verde Amanhecer

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 3 de 4 Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum