Le Dulce - Aldrin

Página 3 de 10 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Le Dulce - Aldrin

Mensagem  Lucius em Sex 22 Ago 2008, 22:54

[Rodada Surpresa]

*O zumbi maior saltou sobre Bastian, em uma fúria inumana, tentando desmembrar o ranger à sua frente, mas Bastian retirava o corpo do caminho dos golpes, embora o esforço tenha deixado suas marcas em suas forças.*
avatar
Lucius
Lich King
Lich King

Masculino Número de Mensagens : 468
Idade : 35
Reputação : 13
Pontos de Usuário : 3913
Data de inscrição : 22/12/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Le Dulce - Aldrin

Mensagem  Lizie em Sab 23 Ago 2008, 10:28

*Diferentemente do que imaginara, sua explosão trouxera a tona animo aos seus novos amigos ,pois depois de tanto que sabiam acerca de seus sentimentos e pelo fato de que juntos iriam sangrar naquele campo de batalha , apenas de amigos podia chama-los,Lori sorria abertamente tanto dos temores cautelosos de Edmond quanto do animo fervoroso de Bastian, o qual era muito parecido com seu próprio estado de animo naquele momento.*

Ignácios escreveu:-*sussurando* É melhor ter uma vida breve porém intensa do que uma longa porém tediosa.

-Fala como um guerreiro, mas no tom de um especialista. Não se atemorize pelo que ainda não está a sua frente, temos a vantagem de uma madeira fraca e velha entre nós e incontáveis mortos-vivos. Divirta-se, orgulhe o seu pai e sorria da morte como eu e Bastian faremos agora.

*Não comentava acerca da rota de fuga, não iriam fugir, não precisariam fugir de mal algum que estivesse naquele local.Venceriam e libertariam aquele vilarejo de sua agonia.

Fabricix escreveu:- Agora estamos Lori... *em tom mais sério* Vamos iniciar a contagem. Quem perder paga o hidromel da vitória!~

*Com um aceno afirmativo com a cabeça, Lori mostrava-se de acordo com o prêmio estipulado e com coisas que não precisavam ser citadas, Bastian a ajudara a sair daquela núvem que a cobria e devia a ele isso,mas uma aposta sempre seria uma aposta e não se considerava uma boa perdedora para de mão beijada entregar-lhe o hidromel.

Após esse aceno voltava-se para encarar o semblante de Kael,não sabia o que esperar dele, o homem que ele se tornara, na certa, retrucaria aquelas palavras e a colocaria em seu devido lugar, o menino que fora agiria timidamente e apenas desviaria os olhos dos seus, rejeitaria o toque de suas mãos.Mas frente ao seu corpo, ainda com a mão cobrindo as suas, não via o general que a repreendera a mesa ou aquele que corara minutos depois, era os dois.Forte e alto, uma fortaleza que Lori nunca antes deixara que a protegesse ou se mostrasse independente em sua presença.Seu corpo ia fracamente para o lado dele, num tinir de metal e o balançar suave de sua trança loira.*

“Apenas com asas o amor pode ser verdadeiro e seguir seu rumo, Lori. Quanto mais você impõe sua vontade, menos chances de alcançá-lo você tem.”

*Essas foram as últimas palavras de sua irmã antes de partir em missão. Não se referia a ela, mas sim à estranha relação que possuia com a mão delas. O sentido a atingia e deixava que Kael pudesse expor-se aos riscos. Um pouquinho afinal, não significaria tantos estragos assim.*

Lucius_D escreveu:*Klaus não teve tempo de responder a pergunta de Bastian antes de ver a porta começar a ceder sobre o ranger.*

*Um calafrio de medo, um velho conhecido seu a tomava ao ver o corpo de Bastian tão perto do inimigo, seu corpo lançava-se a frente, mas sequer completava o movimento, pois com a mão firmemente presa nos dedos calejados e fortes dele, tendo a palma áspera apertando a sua que era igualmente áspera. Perguntava-se o que ele pretendia. Aquele não era mais o momento de se entenderem. Pessoas estavam em perigo, seus amigos estavam em perigos.*

-Kael, não sendo contra o seu ensinamento ou retirando o que eu falei...mas eu preciso das duas mãos para lutar.

*Dizia entre dentes e sem esperar uma resposta, dava uma joelhada na parte interna do escudo ajeitando-o o melhor que pode em seu braço, logo dando um passo a frente e sacando a espada, pronta para atacar aqueles que se aproximassem o suficiente de sua lâmina*

-Agora pode se atemorizar Ed.E Bastian mesmo que você tenha tido a vantagem, eles só passarão a contar depois que você os matar, não quando os encontrar.

*Sorri com um ar de mofa, quando na verdade sua intenção era elevar o ânimo dos dois. Um susto como aquele poderia deixar mesmo um experiente guerreiro propenso a um segundo de reflexão, não podia deixar esse segundo ocorrer,precisaram de cada um deles. Voltando-se para Kael, perguntava baixinho*

- Klaus, minha mão?


[Lori usa sua ação menor para sacar a espada, sua ação de movimento para andar até S-17 e sua ação padrão para fazer um ataque padão com a espada longa.]
avatar
Lizie
Pippin e Merry
Pippin e Merry

Feminino Número de Mensagens : 119
Reputação : 4
Pontos de Usuário : 3368
Data de inscrição : 30/07/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Le Dulce - Aldrin

Mensagem  Ignácius em Sab 23 Ago 2008, 16:58

*Penasamento: "Bando de suicídas, acham que o problema é só os mortos. Não entendem que o real problema está nos subteraneos e devemos nos poupar até chegar lá. Mas não, esses doidos querem trancar a gente aqui!!! Bem, se é trancada uma porta se arromba uma janela." Não se pode ver a expressão de Ed neste momento, quer dizer não se pode ver Ed neste momento.*

[ Ed move de 15 R para 15 Q, saca A Shuriken mágica com quick draw e usa o Sly Fourish no Zumbi Maior, confiando de que não foi notado pelo Zumbi Maior e após fala]

*Ed fala:*

- Caras, vocês deviam tomar um banho, fedem como cadáveres. E eu avisei pra ficar em silêncio! Viu? Vocês fizeram tanto barulho que acordaram os mortos!
avatar
Ignácius
Pippin e Merry
Pippin e Merry

Masculino Número de Mensagens : 116
Idade : 31
Reputação : 0
Pontos de Usuário : 3319
Data de inscrição : 18/08/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Le Dulce - Aldrin

Mensagem  Fabricix em Sab 23 Ago 2008, 17:22

*Finalmente chega o momento. Bastian não esperava aquele ataque repentino mas evitou o pior. Aquele zumbi de roupas clericais parecia mais forte que a maioria, então precisava ser neutralizado rapidamente, antes que os outros tivessem a chance de entrar.*

*Dirigiu-se a Lori*

- Impeça a entrada dos outros! Eu cuido deste aqui!

*Aproveitando o movimento de esquiva do ataque, Bastian gira e ataca dom duas espadadas de baixo para cima, uma logo em seguida da outra, falando em élfico*

- Estilo Lâminas Gêmeas... Twin Strike!

[ Bastian mantém a posição e ataca usando a habilidade Hunter Quarry (marcando o zumbi maior com alvo) mais Twin strike, realizando dois ataques no zumbi maior]
avatar
Fabricix
Légolas
Légolas

Masculino Número de Mensagens : 465
Reputação : 10
Pontos de Usuário : 3853
Data de inscrição : 14/08/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Le Dulce - Aldrin

Mensagem  Lucius em Sab 23 Ago 2008, 19:08

Lori escreveu:-Klaus,minha mão?

*Klaus a olhou, surpreso, e disse:*

- Sua mão? Não consegues lutar com apenas uma mão? Não consegues dançar a valsa da Morte com apenas uma mão? Venha comigo, Lori! Vou ensiná-la a dançar!

*E seguiu com a guerreira para a frente, para que ela pudesse se mover melhor, pois não soltaria sua mão, gritando:*

- ESTES CORPOS JÁ MORRERAM UMA VEZ E COM CERTEZA MORRERÃO DE NOVO!

O ataque de Lori acertara o peito do Zumbi Maior, chamando a sua atenção, mas logo uma shuriken quase lhe arrancava o braço direito. Magicamente, a shuriken começou a retornar no ar em direção a Edmond. Mas o que veio depois foi pior! A concha que Bastian carrega começou a lançar uma poeira prateada no ar, que foi aos poucos circulando suas espadas antes do ataque do ranger. Em seu primeiro golpe do Estilo das Espadas Gêmeas, Bastian simplesmente arrancou a cabeça do Zumbi Maior. Com o segundo golpe, cortou-o horizontalmente na cintura, partindo-o em dois corpos à sua frente. Uma cena de tirar o fôlego, mas não daqueles que não tinham mais fôlego para ser tirado. Após o ataque de Bastian, outro zumbi insandecido já partia sobre ele, forçando o ranger a esquivar-se mais uma vez. E não veio apenas um!

Saindo do corredor a sua frente, dois outros zumbis partiram contra o grupo. Um deles alcançou Lori e lhe desferiu perigoso golpe, forçando a guerreira a uma intensa esquiva. Outro avançara e encontrara Edmond, pois a escuridão nada mais era do que o lar dos zumbis. A shuriken acabava de retornar à sua mão quando o zumbi partira contra ele, mas em um movimento rápido de corpo, Edmond fez o zumbi errar e acertar a parede, abrindo completamente a guarda para o seu próximo ataque.

Klaus via tudo e agiu rápido! Voltou-se para Bastian e gritou:*

- CHEGOU A HORA DE MOSTRAR DO QUE SÃO FEITOS OS RANGERS DE FAÉRINN!

*As palavras de Klaus ecoaram pela mente e corpo de Bastian, que foram renovados pela descarga da adrenalina do momento. Suas forças retornavam!

Olhando para Lori e o zumbi a sua frente, Klaus puxou sua mão para chamar sua atenção e avisou:*

- ELE VAI ABRIR A GUARDA.....AGORA!

*Lori pode perceber o movimento torpe do zumbi com mais calma diante da observação de Klaus e pôde atacar mais uma vez em meio aos atritos que estava tendo em sua defesa contra o morto-vivo, e seu ataque cortara o zumbi em uma linha diagonal ascendente no peito, tombando-o para sempre.

Ainda haviam mais zumbis na sala.*

[Klaus moveu-se para R 17 com sua ação de movimento, usou Inspiring Word sobre Bastian com sua ação menor e usou Commander's Strike sobre Lori com sua ação padrão. Para receber os benefícos do Inspiring Word, Bastian teve que gastar um Healing Surge. Bastian ficou apenas com 1 ponto de dano.]

[A ordem das postagens continua a mesma. Battleground atualizado AQUI. ]
avatar
Lucius
Lich King
Lich King

Masculino Número de Mensagens : 468
Idade : 35
Reputação : 13
Pontos de Usuário : 3913
Data de inscrição : 22/12/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Le Dulce - Aldrin

Mensagem  Lizie em Sab 23 Ago 2008, 21:24

Fabricix escreveu:- Impeça a entrada dos outros! Eu cuido deste aqui!

-Não precisa repetir duas vezes!

Lucius_D escreveu:*Klaus a olhou, surpreso, e disse:*

- Sua mão? Não consegues lutar com apenas uma mão? Não consegues dançar a valsa da Morte com apenas uma mão? Venha comigo, Lori! Vou ensiná-la a dançar.

*Os olhos esverdeados da eladrin perdiam seu último filete de gelo, revelando todo o ardor e força que um dia foram como sua sombra,a surpresa era nova , mas parecia que em todos os momentos daquela viagem teria de recriar o desenho de Kael em sua mente. Não se sentia desmotivada, sequer contrariada.Queria gritar de alegria, eram iguais , prontos para lutar e se divertir numa batalha como jamais foram antes.Se fosse possivel, diria que....

Balançando a cabeça, voltava-se para ele com fervor, retribuindo o aperto de mão dele,dançar?Lori nunca fora um exemplo de feminilidade, com a delicadeza ou suave gentileza de trato,sua mão segurava melhor uma espada do que uma lira.Preferia rolar na lama e esfolar o joelho do que ler sobre a historia de seus ancestrais.*

-Nunca tive um parceiro antes,seja bonzinho comigo.Afinal é a minha primeira vez.

*Respirando fundo, desistia de usar o escudo e ignorava-o.Agora Kael era uma extensão de si mesma,o rufar furioso de seu peito e a adrenalina teriam de ser domados.*

-Sei que devo ser paciente, mas vamos ver se aprendi como se faz. Me acompanhe, Klaus, ninguém mais entrará nessa sala ou tocará em nossos companheiros!

*Dando um paso a frente, Lori pisava no corpo inerte do morto-vivo,brandia a espada e com uma voz firme e clara,aonde via-se o mistério e charme suave de sua raça e a grandeza furiosa de sua profissão, enquanto atacava o zumbi a sua frente,mas ao inves de encerrar o ataque e voltar a posiçao de antes, seu corpo inclinava-se na lateral e pegava o outro zumbi que estava à sua direita, o possível alvo de Bastian.*


[Anda até S-16 e usa Cleave nos dois mortos-vivos - o que estava a sua frente e o de Bastian]
avatar
Lizie
Pippin e Merry
Pippin e Merry

Feminino Número de Mensagens : 119
Reputação : 4
Pontos de Usuário : 3368
Data de inscrição : 30/07/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Le Dulce - Aldrin

Mensagem  Lucius em Sab 23 Ago 2008, 21:57

*O zumbi a frente de Lori caiu depois de ser cortado ao meio. Mas Lori aproveitara o mesmo golpe para matar o zumbi que estava a frente de Bastian. Ele tinha o caminho livre agora.*

[No Battleground, substituam a cor dos quadrados S-15 e T-16 pela cor cinza, cor de terreno com obstáculos. Lori está no S-16.]
avatar
Lucius
Lich King
Lich King

Masculino Número de Mensagens : 468
Idade : 35
Reputação : 13
Pontos de Usuário : 3913
Data de inscrição : 22/12/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Le Dulce - Aldrin

Mensagem  Ignácius em Sab 23 Ago 2008, 22:41

*Ed, ao ver a diversão nos olhos de seus companheiros, pensa: "Querem tanto matar os mortos, podem faze-lo", um sorriso é visível no rosto de Ed, mesmo com a máscara improvisada, e ele começa a cantar:*

- *cantando* Um morto quer me matar, mas ele nem consegue me acertar! *ataca* agora só uma rosa branca há de ficar, em sua sepultura neste lugar! Sou uma pessoa de paz, mas isto não se faz, acertar alguém? apenas por ser de onde ele vem? Ah! e sábio meu pai não era, mas se eu fosse feliz como ele, quem me dera.

*Enquanto que está fazendo acrobacias e gracejos, Ed salta para cima da mesa de forma acrobática.*

[Edmond usa Deft Strike saindo de 15Q para 17P e lança novamente A Shuriken no Zombie que tentou acertá-lo em sua ação padrão e sua ação de movimento para se mover e saltar de 17P para 17O, então usa sua ação menor para observar o que tem nesta cozinha que seja útil, ou inflamável]


Última edição por Ignácius em Dom 24 Ago 2008, 11:59, editado 1 vez(es)
avatar
Ignácius
Pippin e Merry
Pippin e Merry

Masculino Número de Mensagens : 116
Idade : 31
Reputação : 0
Pontos de Usuário : 3319
Data de inscrição : 18/08/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Le Dulce - Aldrin

Mensagem  Fabricix em Dom 24 Ago 2008, 01:41

*Bastian observou o ultimo ataque de Lori com gosto. Estava perdendo a aposta é verdade, porém era ótimo ver que tinha uma habilidosa guerreira e um bom general para incentivar ao seu lado. Agora o ranger bradava*

- Três a um para ti Lori! Preciso te alcançar!

*Os eladrin pareciam dançar e agora Edmond começava a cantar... Bastian não ficaria de fora deste baile macabro que parecia estar só no começo. Olhava o zumbi que atacava o especialista... Não podia deixa-lo ir adiante. Passando por trás de Lori e tomando um pequeno impulso, avança sobre o morto vivo para terminar o trabalho com um primeiro ataque vertical vindo de cima, seguido de um giro com um ataque horizontal*

- Afaste-se do cantor criatura de trevas... Sem musica não tem graça dançar... TWIN STRIKE!

[Como ação menor, Hunter Quarry no zumbi R-15. Ação de movimento, Move-se para R-16. Ação padrão, twin strike ( dois ataques sobre o zumbi em R-15)]

[Em caso de morte do zumbi R-15: HQ no zumbi T-14, move para T-15 e Twin strike/2 ataques no zumbi T-14]
avatar
Fabricix
Légolas
Légolas

Masculino Número de Mensagens : 465
Reputação : 10
Pontos de Usuário : 3853
Data de inscrição : 14/08/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Le Dulce - Aldrin

Mensagem  Lucius em Dom 24 Ago 2008, 11:48

Lori escreveu:-Nunca tive um parceiro antes,seja bonzinho comigo.Afinal é a minha primeira vez.

*Klaus corou diante da frase de Lori. "Ser bonzinho, afinal é minha primeira vez" foi algo que a barreira de carisma de Klaus não pôde suportar, afinal, Lori ainda era seu ponto fraco. Mas logo ela o trouxe de volta ao combate que ocorria:*

Lori escreveu:-Sei que devo ser paciente, mas vamos ver se aprendi como se faz. Me acompanhe, Klaus, ninguém mais entrará nessa sala ou tocará em nossos companheiros!

*Klaus observou como em um só golpe ela derrubara a dois zumbis. Lori havia se tornado uma grande guerreira, mas Klaus percebeu que não devia nem ficar surpreso com isso, pois ela sempre fora uma forte garota quando lutava.*

*Edmond consegue subir sobre a mesa com facilidade, logo depois de arremessar seu shuriken contra o zumbi que antes o ameaçava, apenas para ver o shuriken cortar a garganta do alvo, fazendo sua cabeça cair, seguida de todo o corpo. Olhando para a cozinha, Edmond não pode ver nada além de algumas panelas penduradas e copos de barro ao longe. A escuridão vencia os olhos do especialista.

Edmond escreveu:- *cantando* Um morto quer me matar, mas ele nem consegue me acertar! *ataca* agora só uma rosa branca há de ficar, em sua sepultura neste lugar! Sou uma passoa de paz, mas isto não se faz, acertar alguém? apenas por ser de onde ele vem? Ah! e sábio meu pai não era, mas se eu fosse feliz como ele, quem me dera.

*Diante da canção de Edmond, Klaus pensou: "Que bom que todos estão animados! Algo me diz que precisaremos de todo o ânimo que tivermos até isso acabar!"

*Com a queda do zumbi, Bastian correu contra aquele que estava diante de si, e o atacou duas vezes, embora já no primeiro ataque ele tenha partido o zumbi ao meio verticalmente. O segundo apenas reduziu a pedaços menores o corpo do morto-vivo.

Com o caminho aberto, zumbis avançaram sobre o grupo: dois contra Bastian e um contra Lori. Bastian esquivou-se sem problemas do primeiro, mas o segundo o obrigou a um esforço maior para sair. Lori não teve dificuldades em evitar o golpe de seu atacante. Mas Klaus decidiu não dar a ele uma segunda chance:*

- EM UM CAMPO DE BATALHA, VOCÊ NUNCA LUTA SOZINHO!

*Klaus sacou a espada com a mão esquerda e avançou para a lateral do zumbi que atacava Lori, e o monstro aproveitou o movimento de Klaus para tentar acertá-lo, mas errou, e Klaus atacou, aproveitando que Bastian do outro lado também ameaçava o mesmo alvo, e, em uma distração do monstro, o acertou forte o suficiente para cortá-lo ao meio pela cintura.*

[Klaus sacou a espada com uma ação menor, moveu-se para R15 com sua ação de movimento e atacou o zumbi com sua ação padrão.

Battleground atualizado AQUI .

Lori = 5 pontos de dano / Bastian = 6 pontos de dano]
avatar
Lucius
Lich King
Lich King

Masculino Número de Mensagens : 468
Idade : 35
Reputação : 13
Pontos de Usuário : 3913
Data de inscrição : 22/12/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Le Dulce - Aldrin

Mensagem  Lizie em Dom 24 Ago 2008, 14:36


*O corpo de Lori estava suave como pluma, embora sentisse sobre cada golpe que dava o peso da situação, estavam apertados num espaco infimo , o qual ficava cada vez mais coberto de corpos, seus movimentos precisavam ser exatos, temia ferir Klaus, não, nao porque duvidasse da capacidade dele de esquivar-se ou de sua própria capacidade.Mas com esse receio em mente, estaria mais focada em não errar e tornar a danca dos dois perfeita*

Ignácius escreveu:- *cantando* Um morto quer me matar, mas ele nem consegue me acertar! *ataca* agora só uma rosa branca há de ficar, em sua sepultura neste lugar! Sou uma pessoa de paz, mas isto não se faz, acertar alguém? apenas por ser de onde ele vem? Ah! e sábio meu pai não era, mas se eu fosse feliz como ele, quem me dera.

*Dedicando um olhar rápido para Edmond, Lori retirava a ultima parcela de antipatias que sentia por ele de seu peito, alguém que cantasse assim em uma batalha como aquela, com tantos elementos a atrapalha-los, a falta de uma estratégia definida, só podia ser alguém a quem devia uma segunda chance.Gostaria de acompanha-lo,mas precisava guardar seu fôlego para o que estivesse a sua frente.Respirando fundo e comprimindo os lábios numa linha firme, avançava mais um passo, ficando mais perto da porta.*

Lucius_D escreveu:- EM UM CAMPO DE BATALHA, VOCÊ NUNCA LUTA SOZINHO!

-NUNCA! EU JUREI QUE NADA TOCARIA EM VOCÊ , BASTIAN. PORÉM, AGRADECO PELA VANTAGEM QUE ESTA ME DANDO.

*O grito de fervor fazia o corpo da eladrin vibrar, uma reação instintiva ante a beleza de ver Kael defende-la com tanta desenvoltura, sempre a segurar-lhe a mao, realmente você nunca luta sozinho.Solidão nunca fora algo que a deixasse preocupada, tinha uma missão que a levava além disso e quando se sabia o caminho,não existia solidao...existia a glória e o reconhecimento posterior,havia uma sensação de proposito que o enchia e nada atrapalhava isso, pois... você se cegava para outras coisas.Mas Lori enchergava hoje, por isso agradecia pelo companheirismo e pela sensacao de estarem unidos em um proposito, sua voz alta e clara,bem afinada como se esperava de uma eladrin soava alto, acompanhando a voz de Edmond.

Enquanto girava o calcanhar acertando um golpe no pescoço do morto vivo a sua frente e continuando o golpe diagonalmente, acertando o peito do que estava ao lado desse e acabara de acertar Bastian.*



[Anda ate s-15, dá cleave atacando os dois zumbis que estão à sua frente.]
avatar
Lizie
Pippin e Merry
Pippin e Merry

Feminino Número de Mensagens : 119
Reputação : 4
Pontos de Usuário : 3368
Data de inscrição : 30/07/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Le Dulce - Aldrin

Mensagem  Lucius em Dom 24 Ago 2008, 14:56

*O ataque de Lori cortou a cabeça do primeiro zumbi fora e partiu o peito do segundo, aquele que estava diante de Bastian.*

[No Battleground, substituam as cores dos quadrados S16, S14 e T14 pela cor cinza. Lori está em S15.]
avatar
Lucius
Lich King
Lich King

Masculino Número de Mensagens : 468
Idade : 35
Reputação : 13
Pontos de Usuário : 3913
Data de inscrição : 22/12/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Le Dulce - Aldrin

Mensagem  Ignácius em Dom 24 Ago 2008, 15:21

*Ed para seu canto, pois vê que é inútil agora que ele está a salvo atrás de todos, mas algo ainda o preocupa, se continuarem vindo em grande quantidade sem fim ele só poderá correr, então não vai conseguir lutar desta maneira. "E onde já se viu uma cozinha que não tem fogo!!! Só resta uma saída." Pensa Ed.*

*Ed pula da mesa e grita:*

- Abaixem-se!!!*ele salta e salta novamente para lançar a Shuriken e evitar os seus colaboradores*

*Ed fala:*

- Ah, droga! Se eles continuarem a vir sem parar durante mais 5 minutos então espero que gostem do cheiro de churrasco, porque vou começar a esquentar as coisas por aqui. Pelo menos é melhor que esse cheiro de carne podre*abana a mão à frente do rosto* sinceramente eu prefiro os esgotos, são menos fedidos!

[Ed sai da mesa saltando usando sua ação de movimento saíndo de 17O para 17S, então ataca usando Sly Fourish o zombie no 13S com a Shuriken, Ed usa sua ação menor na procura, novamente, neste lado por qualquer coisa na qual ele possa botar fogo na cozinha.]
avatar
Ignácius
Pippin e Merry
Pippin e Merry

Masculino Número de Mensagens : 116
Idade : 31
Reputação : 0
Pontos de Usuário : 3319
Data de inscrição : 18/08/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Le Dulce - Aldrin

Mensagem  Fabricix em Dom 24 Ago 2008, 16:04

*Bastian olhava o campo de batalha se esvaziar e sorria. Lori estava dando uma surra nele com seus ataques derubando de dois em dois... Mas seria o hidromel mais bem investido que ja pagou. Até Edmond e Klaus davam sua contribuição. Bastian via apenas mais um e se concentrou em despacha-lo rapidamente*

*Tendo estudado o alvo por alguns segundos, tinha uma boa noção de onde acertar. Tomando um pequeno impulso, o ranger avança, pretendendo cravar a sua espada no peito dele para em seguida ergue-la para cima para parti-lo em dois*

- *em elfico* Estilo lâmina única... CAREFUL ATTACK!

[Ação menor: Hunter quarry no zumbi T-12. Ação de movimento: vai até T-13. Ação padrão: Careful Strike no zumbi T-12]
avatar
Fabricix
Légolas
Légolas

Masculino Número de Mensagens : 465
Reputação : 10
Pontos de Usuário : 3853
Data de inscrição : 14/08/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Le Dulce - Aldrin

Mensagem  Lucius em Dom 24 Ago 2008, 17:34

*O aviso de Edmond tinha sido mais do que suficiente para que Lori saísse do caminho da shuriken por ele lançada, permitindo a ela acertar o crânio do zumbi à frente de Lori e partí-lo em dois, para depois voltar para as mãos de seu arremessador.

Ao lado, Bastian desferiu meticuloso ataque contra o único zumbi que ainda restava, cortando-o precisamente, derrotando assim o último zumbi à vista no corredor escuro.

Em sua busca, Edmond finalmente encontrou a pederneira próxima ao fogão à lenha da cozinha, que ficava no canto inferior esquerdo da cozinha.

Edmond escreveu:- Ah, droga! Se eles continuarem a vir sem parar durante mais 5 minutos então espero que gostem do cheiro de churrasco, porque vou começar a esquentar as coisas por aqui. Pelo menos é melhor que esse cheiro de carne podre*abana a mão à frente do rosto* sinceramente eu prefiro os esgotos, são menos fedidos!

*Klaus observou o último zumbi cair no ataque de Bastian e virou-se para Edmond:*

- Fogo? Pretende colocar fogo dentro da igreja? Olhe ao redor, Edmond: há madeira e panos por todos os lados. Por acaso está pensando em matar a todos nós? Pense melhor antes de usar o que tens!

*Com a adrenalina caindo com o passar dos segundos, Klaus voltou-se para Lori e disse, ainda segurando fortemente a sua mão, com voz calma:*

- Você queria saber onde eu estive nestes dez anos? Esta é minha resposta, Lori: eu estive nos campos de batalha, vendo inimigos e aliados morrendo ao meu lado, aprendendo a motivá-los enquanto a morte estendia seus braços tentando alcançá-los, tentando me alcançar, e, depois de muito tempo, eu me tornei bom no que faço. Muita dor e muito esforço eu passei, mas valeu a pena porque, graças a tudo isso, eu posso estar aqui hoje e ser útil. Eu não sou mais a criança de ontem, Lori. Eu não sou protegido. Eu protejo aos outros. Eu os mantenho vivos, lembrando a todos eles, no momento da batalha, que a chama da vida que brilha dentro deles é muito mais intensa do que eles acreditam diante da sombra da morte, e este brilho os mantém em pé! Eu vejo as falhas da defesa de nossos inimigos e aviso a todos para que a vitória seja nossa! Eu planejo nossa defesa para que o maior número possível de aliados voltem vivos do combate! Eu sou o espírito da guerra mas, mais do que isso, eu sou a esperança de todos de que voltaremos para casa. Eu sou Klaus Vestfallen. Prazer em conhecê-la, Lori Sankad.

*E Klaus sorriu sinceramente, finalmente largando a mão de Lori.*

*Bastian podia ouvir alguns ruídos além do corredor, mas estavam distantes. Talvez pudessem descansar um pouco antes de continuarem a investida.*

[Após cinco minutos de descanso é possível gastar um Healing Surge para recuperar HP. Caso queiram descansar e gastar um Healing Surge, esta decisão deve ser escrita entre colchetes no final do post.

Lori = 5 de dano / Bastian = 6 de dano]
avatar
Lucius
Lich King
Lich King

Masculino Número de Mensagens : 468
Idade : 35
Reputação : 13
Pontos de Usuário : 3913
Data de inscrição : 22/12/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Le Dulce - Aldrin

Mensagem  Ignácius em Dom 24 Ago 2008, 18:02

Klaus fala:
- Fogo? Pretende colocar fogo dentro da igreja? Olhe ao redor, Edmond: há madeira e panos por todos os lados. Por acaso está pensando em matar a todos nós? Pense melhor antes de usar o que tens!

*Ed abaixa o lenço e mostra um sorriso psicótico.*

- *Ed fala enquanto prepara um cigarro* É como acender um pavio Klaus, acenda e corra. Se vocês querem apenas matar os mortos essa é a solução mais prática e segura, mas eu sei que depois do incendio a entrada subterranea ficaria a mostra e como eu disse, somente se as ondas de mortos não parassem de vir. Podem existir muitas coisas interesantes neste templo que tenham algum valor para um ladino, e eu adoro um desafio nos lugares em que vou roubar.

*Ed acende o cigarro, dá uma tragada e se curva.*

- Permitam eu terminar a minha apresentação. Sou Edmond d'Evecque Vexille procurado em Le' Dulce, capital, por ter humilhado o capitão da guarda em praça pública, eu o joguei em um fosso de estrume e roubei sua algibeira, além de é claro muitos outros assaltos, roubos e um assassinato, mas eu não assassinei ninguém apenas me defendi neste caso.*riso* Orgulhoso membro da maior família criminosa de Le'Dulce os White Roses.

-*Ed se levanta* Se não quiserem minha companhia, tudo bem. Mas eu não vou trancar a porta, apenas fechá-la já é suficiente. Como todos viram, essa porta não vai aguentar muito tempo se essas coisas realmente quiserem entrar e um de vocês pode se encarregar das tochas? Eu não enxergo no escuro e creio que muito menos vocês.
avatar
Ignácius
Pippin e Merry
Pippin e Merry

Masculino Número de Mensagens : 116
Idade : 31
Reputação : 0
Pontos de Usuário : 3319
Data de inscrição : 18/08/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Le Dulce - Aldrin

Mensagem  Lizie em Dom 24 Ago 2008, 19:48

*Erguendo o corpo sem pressa alguma,Lori apenas observava o corpo do zumbi a sua frente ,fora por pouco, sentia um misto de gratidão, angústia e de estupefação.Aquela viagem estava servindo para propósitos que duvidava tivessem sido vistos por alguma visão, quem era aquela que estava ali?Por um instante erguia o rosto e observava além da porta,aquela escuridão prometia muitos perigos ainda e podia admitir agora que era incapaz de proteger a todos,sorrindo voltava-se para seus companheiros de batalha,a chama rubra brilhava em seus olhos verdes e seu peito movia-se rapidamente, revelando que estava ofegante.Seu polegar fazia uma caricia inconsciente nas costas da mão de Kael,enquanto sorria para os comentários espirituosos do especialista.Como de hábito, não fazia comentários, sua presença silenciosa mostrando sua força , mas não seu lado mais sociável.*

*Com a adrenalina caindo com o passar dos segundos, Klaus voltou-se para Lori e disse, ainda segurando fortemente a sua mão, com voz calma:*

- Você queria saber onde eu estive nestes dez anos? Esta é minha resposta, Lori: eu estive nos campos de batalha, vendo inimigos e aliados morrendo ao meu lado, aprendendo a motivá-los enquanto a morte estendia seus braços tentando alcançá-los, tentando me alcançar, e, depois de muito tempo, eu me tornei bom no que faço. Muita dor e muito esforço eu passei, mas valeu a pena porque, graças a tudo isso, eu posso estar aqui hoje e ser útil. Eu não sou mais a criança de ontem, Lori. Eu não sou protegido. Eu protejo aos outros. Eu os mantenho vivos, lembrando a todos eles, no momento da batalha, que a chama da vida que brilha dentro deles é muito mais intensa do que eles acreditam diante da sombra da morte, e este brilho os mantém em pé! Eu vejo as falhas da defesa de nossos inimigos e aviso a todos para que a vitória seja nossa! Eu planejo nossa defesa para que o maior número possível de aliados voltem vivos do combate! Eu sou o espírito da guerra mas, mais do que isso, eu sou a esperança de todos de que voltaremos para casa. Eu sou Klaus Vestfallen. Prazer em conhecê-la, Lori Sankad.

*Lori não era alguem que permitisse grandes emoções em seu coração,diziam que eram incomodas e atrapalhavam o seu raciocinio, não apenas na batalha, mas sempre, era o que , em sua visão, impedia os grandes atos heroicos de ocorrem.Mas permitira-se mudar tanto naquele dia, era uma mulher diferente que entrara naquela sala que deixava que a emoção a tomasse.O último fio que ligava as duas imagens e aquela noite se rompiam, era como encontrar um estranho e saber que ele seria importante na sua vida, ter um sentimento e dar a ele um nome.Intenso demais, complicado demais e tão tão perfeito.Seus olhos fechavam-se suavemente e sorria docemente, um sorriso doce demais em um lábio que apenas sabia se apertar e falar com raiva, ao abri-los, olhava-o do modo que pretendia ser mais calmo que possuia.Enquanto dentro de si, era lava, derretendo seu corpo e lavando os seus temores, era destruidora e tão boa.Um novo sentimento ou apenas reforçado?Não daria nomes a coisas que precisavam ficarem ocultas.A mão que segurava a espada abaixava-se, não podia fazer o que queria, dizer o que pensava, sequer podia demonstra-lo.Que sina mais estranha a de dois guerreiros,apenas podendo dizer o que sentem no momento do ardor da batalha , com uma espada pesada na mao, a morte perfumando o ambiente e os corpos de estranhos sob seus pés.Se ele nao dizesse nada, ainda reafirmaria que ele era um guerreiro...Ignorava que era a fraquesa de Kael,mas sabia que ele era a sua força.Era por ele que se ergueria ante todos os dragões que surgissem em sua frente e essa vez seria melhor,pois ele estaria segurando a sua mão.Viveriam juntos como não puderam antes...Klaus, ele queria ser chamado assim?Nunca, era o seu Kael e ela era a sua Lori.

Deixando que sua mão escorregasse fria e sem força ante a dele,retribuia o sorriso com outro alegre e suavemente malicioso, como se o provocasse novamente.Na verdade, era apenas muito bom voltarem a serem eles mesmos.Sua voz saia suave e alquebrada naquele momento, fraqueza?Uma fraqueza enorme, mas que a perdoassem, era apenas uma mulher que passara por algo maior do que ela.*

-Klaus é um nome sério demais para alguém que nem chega ao meu ombro.Mas se você se sente melhor com isso.O prazer é todo meu,não tenho muito o que dizer sobre mim...sequer sou de falar muito, mas faco o meu melhor em tudo e por dez anos, aprendi o que era lutar por um ideal.Peco em estrategia, mas sou gloriosa em entrega e dedicação.Sera que podemos ser amigos?

*No inicio provoca-o, pois fora assim que surgira o apelido Kael, era umnome sério demais para alguem franzino e pequeno como ele era quando criança.De resto, era apenas um modo de mostrar a ele a propria grandeza e o quanto fora desnecessario isso.Era uma eladrin de atitudes .Precisava virar o rosto, ver os outros..mas perdia-se um pouco mais olhando.*

- Permitam eu terminar a minha apresentação. Sou Edmond d'Evecque Vexille procurado em Le' Dulce, capital, por ter humilhado o capitão da guarda em praça pública, eu o joguei em um fosso de estrume e roubei sua algibeira, além de é claro muitos outros assaltos, roubos e um assassinato, mas eu não assassinei ninguém apenas me defendi neste caso.*riso* Orgulhoso membro da maior família criminosa de Le'Dulce os White Roses.

-*Ed se levanta* Se não quiserem minha companhia, tudo bem. Mas eu não vou trancar a porta, apenas fechá-la já é suficiente. Como todos viram, essa porta não vai aguentar muito tempo se essas coisas realmente quiserem entrar e um de vocês pode se encarregar das tochas? Eu não enxergo no escuro e creio que muito menos vocês.

*O que era errado. Erguendo a mão, levava ao rosto como se sentisse dor de cabeça e caminhava até a mesa aonde estava Edmond, que novamente gracejava...e nunca antes fora tão grata por ter alguem como ele no grupo, deixava que as decisões coubesem aos outros, não era fraca, mas não podia falar naquele momento...não ainda, era cedo demais.*
avatar
Lizie
Pippin e Merry
Pippin e Merry

Feminino Número de Mensagens : 119
Reputação : 4
Pontos de Usuário : 3368
Data de inscrição : 30/07/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Le Dulce - Aldrin

Mensagem  Fabricix em Seg 25 Ago 2008, 00:48

*Bastian observou o ultimo cair enquanto a adrenalina baixava e sua expresão amenizava. Quando lutava era tão inespressivo quanto estava parado... A não ser quando o adversário é um morto vivo. Bastian se afastou um pouco dos corpos. Enquanto usava um pedaço de pano da mesa para limpar suas espadas se sentou em uma das cadeiras. Após guarda-las na bainha, Passou a observar o talismã que carrega sempre consigo. Era uma lembrança muito estimada, mas nunca imaginou que fosse realmente ajuda-lo. Pôde sentir o poder fluindo através de seu corpo e sabia que era eficaz contra seus mais odiados inimigos. Este é o presente de despedida de Sarya... Por alguns momentos era como se pudesse sentir seu doce abraço... Mulher nenhuma no mundo poderia igualar!*

"Então Mesmo longe de ti, sinto sua presença... Amada Sarya... Meu sopro de vida no antro de morte. Que meu caminho me leve de volta a teus braços em breve..."

*Bastian ainda estava atento ao seu redor... Podiam haver mais daquelas coisas por ali. Edmond revelava mais sobre si... Uma atitude corajosa, mas seria sábia? Se dirigiu a ele*

- Ei... Quer queimar alguma coisa? Queime estes corpos que acabamos de derrubar... E la fora, pois antes uma cremação que deixar apodrecer. Pode ter alguma pista importante neste templo sobre o cara que conspurcou este lugar ou sobre o que ele poderia querer. Não sei quanto aos demais, mas não pretendo deixar um sujeito como este solto por aí... Pretendo caça-lo um dia... *Leve sorriso* Agora entendo porque não conseguia confiar em ti. Enquanto não roubar algo que possa prejudicar Klaus, Lori ou a mim, não me interessa o que tu roubou ou quem foi roubado.

*Volta o olhar para Klaus*

- Agradeço o incentivo meu caro... Fico feliz que esteja conosco.

*Quando Bastian ouve os ruidos distantes, calmamente prepara o arco, deixando uma flecha ja na corda. Se dirige a Lori*

- Está 5 a 3 para ti Lori... Mas acredito que terei a chance de virar este jogo. Ouvi algo no corredor mas ainda esta longe. Sigamos o conselho do especialista e sejamos um pouco mais discretos. Podes acender uma tocha para nós minha cara? Deve estar bem escuro la dentro.

*Bastian permanece sentado descansando, enquanto mantém a vigilância na saída, atento a qualquer ruído ou movimento*

[Descanso os 5 minutos necessários e uso um healing surge]


Última edição por Fabricix em Seg 25 Ago 2008, 12:17, editado 1 vez(es)
avatar
Fabricix
Légolas
Légolas

Masculino Número de Mensagens : 465
Reputação : 10
Pontos de Usuário : 3853
Data de inscrição : 14/08/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Le Dulce - Aldrin

Mensagem  Lucius em Seg 25 Ago 2008, 09:02

Lori escreveu:-Klaus é um nome sério demais para alguém que nem chega ao meu ombro.Mas se você se sente melhor com isso.O prazer é todo meu,não tenho muito o que dizer sobre mim...sequer sou de falar muito, mas faco o meu melhor em tudo e por dez anos, aprendi o que era lutar por um ideal.Peco em estrategia, mas sou gloriosa em entrega e dedicação.Sera que podemos ser amigos?

*Klaus olhou docemente para Lori, pois ela o lembrara da primeira vez que se conheceram. Ele era menor do que ela, mas recuperou a altura não desenvolvida na infância em meio aos seus treinamentos de warlord. Hoje eram iguais em estatura. Iguais. Apenas comentou:*

- Estratégia sem força é inútil. Força sem estratégia é desperdício. Vai ser um prazer andar ao seu lado!

*E sorriu, serenamente.*

Lori escreveu:Erguendo a mão, levava ao rosto como se sentisse dor de cabeça e caminhava até a mesa aonde estava Edmond, que novamente gracejava...

*Klaus arregalou as sobrancelhas ao ver o gesto de Lori. Perguntou-se se ela sentia alguma dor devido ao combate. Não, não devia ser isso, pois nem haviam tocado em seu corpo. Pensou em perguntar-lhe se estava bem, mas havia uma questão mais importante no ar.*

Edmond escreveu:- Permitam eu terminar a minha apresentação. Sou Edmond d'Evecque Vexille procurado em Le' Dulce, capital, por ter humilhado o capitão da guarda em praça pública, eu o joguei em um fosso de estrume e roubei sua algibeira, além de é claro muitos outros assaltos, roubos e um assassinato, mas eu não assassinei ninguém apenas me defendi neste caso.*riso* Orgulhoso membro da maior família criminosa de Le'Dulce os White Roses.

*Klaus olhou seriamente para Edmond. Andar ao lado de um homem procurado os faria cúmplices se fossem encontrados, e tudo o que Klaus não queria era se envolver com a jurisdição humana de Le Dulce. A companhia de Edmond era mais perigosa do que poderia parecer. Klaus já tinha ouvido falar na fama da Família White Roses, histórica até, e sabia que Edmond poderia agregar muito ao grupo no momento, mas era melhor deixar as coisas claras. Aliás, Lori parecia não ter ouvido direito o que Edmond havia dito, pois assassinato era uma palavra pesada demais para os religiosos deste mundo. Era interessante perguntar que "auto-defesa" Edmond tinha praticado, mas antes que falasse qualquer coisa, Bastian manifestou-se:*

Bastian escreveu:- ... *Leve sorriso* Agora entendo porque não conseguia confiar em ti. Enquanto não roubar algo que possa prejudicar Klaus, Lori ou a mim, não me interessa o que tu roubou ou quem foi roubado.

*"Bastian, não podia esperar outra coisa de você.", pensou Klaus. A simplicidade e sinceridade do ranger já eram bem claras para Klaus, mas Edmond ainda devia explicações.*

Bastian escreveu:- Agradeço o incentivo meu caro... Fico feliz que esteja conosco.

- Eu também, meu caro, eu também.

*Então voltou-se para Edmond, com a voz mais formal do que o normal:*

- Sr. Edmond, acredito que entendas as complicações que podemos passar caso algum oficial de Le Dulce o encontre conosco. Somente posso aceitar que continue andando ao nosso lado se aceitares a condição de te entregares ou fugires, sem o nosso auxílio, quando isso acontecer. De qualquer forma, estamos indo para Telbran assim que terminarmos este assunto em Aldrin. Acredito que os demais não são contra a ires conosco. Mas ainda preciso que explique melhor como ocorreu a sua "auto-defesa". Isso poderia mudar nossa relação imediatamente. -*Klaus olhou seriamente para Edmond, aguardando uma resposta, e estava atento a cada palavra do ladino.*

*Klaus não era um homem de leis. Mesmo sendo um oficial, ele sabia ser compreensivo e flexível, mas se algo permanecia desde os tempos de criança era seu coração bondoso. Não poderia tolerar a presença de um frio assassino sem lhe dar o que merecia, sem evitar que ele cometesse um crime desses novamente. Em um movimento para ser percebido propositalmente, Klaus passou a espada longa da mão esquerda para a mão direita.*


Última edição por Lucius_D em Seg 25 Ago 2008, 16:08, editado 1 vez(es)
avatar
Lucius
Lich King
Lich King

Masculino Número de Mensagens : 468
Idade : 35
Reputação : 13
Pontos de Usuário : 3913
Data de inscrição : 22/12/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Le Dulce - Aldrin

Mensagem  Ignácius em Seg 25 Ago 2008, 11:18

Klaus disse:
- Sr. Edmond, acredito que entendas as complicações que podemos passar caso algum oficial de Le Dulce o encontre conosco. Somente posso aceitar que continue andando ao nosso lado se aceitares a condição de te entregares ou fugires, sem o nosso auxílio, quando isso acontecer. De qualquer forma, estamos indo para Telbran assim que terminarmos este assunto em Aldrin. Acredito que os demais não são contra a ires conosco. Mas ainda preciso que explique melhor como ocorreu a sua "auto-defesa". Isso poderia mudar nossa relação imediatamente. -*Klaus olhou seriamente para Edmond, aguardando uma resposta, e estava atento a cada palavra do ladino.*

*Ainda sorrindo e fumando Ed, simplesmente inicia a explicação, enquanto acende uma tocha.*

- Há um ano eu estava roubando um troféu de uma outra guilda os Corvos, e um guarda da cidade estava dentro da guilda fazendo um extra de capanga, se é que você me entende? Bem, ele me viu e acabou me agarrando e ainda tentava cravar sua espada em minha espinha, então eu tinha duas alternativas ser torturado e morto por tentar roubar uma guilda rival ou matá-lo e correr com o troféu. Bem, pelo que vê eu estou vivo, então escolhi a segunda.

- E nem pense em julgar um ladino por coisas que ele fez em outras terras Klaus, pelo que vejo em sua entonação de voz de juiz que vê tudo como branco e preto, eu vivo desde que nasci em um mundo cinza em que assassinos podem ser companheiros mais honrados do que nobres paladinos. Não iriei fazer nada de mal a vocês e não se preocupe quanto a eu ser descoberto é só eu sair correndo dizendo que os guardas me atrapalharam neste roubo, o de um jovem casal eladrin e de um ranger. Quando eles virem suas orelhas, eles não vão querer criar um incidente diplomático grave, warlord.

*Ainda sorrindo Ed entrega a tocha acesa a Klaus.*

- E se por um acaso eu quisesse roubá-los, ficaria de tocai lá fora, esperando que os mortos os matasem ou incendiaria o templo com vocês dentro. Creio que seus pertences mágicos sobreviveriam a um pequeno incendio, porém eu odeio matar pessoas. Toda vez que sou forçado a isso considero como uma falha minha, por ser percebido. E eu nunca me revelaria para vocês como um especialista mas como um guerreiro ou como um ranger, muito menos diria quem sou na verdade, só fiz isto porque não gosto de trabalhar com pessoas falsas mas com pessoas que admitem ser o que são não importando se é um assassino ou um paladino. Para exigir isso eu não posso ser falso. Não concorda? Ah! Diferente de Lori que possui um escudo você tem uma mão livre, e não é nem um pouco furtivo, diferente de mim e de Bastian, então a tocha é sua, não? *sorriso*

*Ed se move para o corredor sem nem esperar a resposta de Klaus pois ele sabe que essa resposta deve ser entregue depois de resolver os problemas no templo, Ed apaga o cigaro antes de entrar no corredor e volta a sua forma furtiva.*
avatar
Ignácius
Pippin e Merry
Pippin e Merry

Masculino Número de Mensagens : 116
Idade : 31
Reputação : 0
Pontos de Usuário : 3319
Data de inscrição : 18/08/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Le Dulce - Aldrin

Mensagem  Lizie em Seg 25 Ago 2008, 18:17

*Klaus olhou docemente para Lori, pois ela o lembrara da primeira vez que se conheceram. Ele era menor do que ela, mas recuperou a altura não desenvolvida na infância em meio aos seus treinamentos de warlord. Hoje eram iguais em estatura. Iguais. Apenas comentou:*

- Estratégia sem força é inútil. Força sem estratégia é desperdício. Vai ser um prazer andar ao seu lado!

*Será que isso significaria que o passado nada representava mais? Poderiam ter esquecido os acontecimentos e quem eram? Por instantes, dúvidas tomavam o coração brando da guerreira eladrin, que procurava na face de Kael alguma prova de que, mesmo mudando tanta coisas, ainda eram eles mesmos. Que se uma etapa fora ultrapassada, eles apenas haviam ganho e não perdido e felizmente estava ali. Num olhar doce que nunca recebera antes, sabia o que era admiração e respeito, aquela doçura era algo que jamais recebera. Poderia retribuí-lo, sabia disso...mas não, fizera uma promessa e num campo de batalha sentimento algum deveria ser expresso.*

- Há um ano eu estava roubando um troféu de uma outra guilda os Corvos, e um guarda da cidade estava dentro da guilda fazendo um extra de capanga, se é que você me entende? Bem, ele me viu e acabou me agarrando e ainda tentava cravar sua espada em minha espinha, então eu tinha duas alternativas ser torturado e morto por tentar roubar uma guilda rival ou matá-lo e correr com o troféu. Bem, pelo que vê eu estou vivo, então escolhi a segunda.

- E nem pense em julgar um ladino por coisas que ele fez em outras terras Klaus, pelo que vejo em sua entonação de voz de juiz que vê tudo como branco e preto, eu vivo desde que nasci em um mundo cinza em que assassinos podem ser companheiros mais honrados do que nobres paladinos. Não iriei fazer nada de mal a vocês e não se preocupe quanto a eu ser descoberto é só eu sair correndo dizendo que os guardas me atrapalharam neste roubo, o de um jovem casal eladrin e de um ranger. Quando eles virem suas orelhas, eles não vão querer criar um incidente diplomático grave, warlord.

*A sensação de regojizo de ter o especialista ao lado deles naquela missão sumia à primeira referência de assasinato, tornava-se preocupação ante a história de como humilhara um oficial de justiça e virava raiva quando as piadinhas sobre paladinos se tornavam mais e mais frequentes. Seus olhos verdes e furiosos abriam-se lentamente e fixavam-se em Klaus. Queria acreditar que a visão de justiças dos dois eram parecidas, mas era em vão. Um bom coração sempre seria um bom coração, e mesmo a eladrin julgando ter um bom coração, não deixava de dedicar mais da metade dele em comprimento da justiça. De Bastian, bom, de Bastian não esperava nada, era um humano e via-se que honestidade era algo que ele dava mais valor do que justiça. Só restava a ela, Lori, fazer valer algumas regras que existiam por todos os reinos e vila: um assassino era um assasino, não importava a circunstância...

Bem queria acreditar nisso novamente. Retirando o escudo e o colocando sobre a mesa, Lori caminhava em direção a Ed, com uma mão em seu ombro o virava até que ficasse de frente a ela e, com uma força que admitia provir de seu desejo de vingança, dava um poderoso soco no estômago dele. Ainda com o punho cerrado sob seu estômago, girava-o suavemente, querendo deixar uma marca naquele corpo, para que se lembrasse bem daquele momento, enquanto a mão que estava no ombro dele seguia até o queixo, abaixando-o para que a olhasse nos olhos. Não ligava para oque as palavras fariam com ele, mas o faria compreender o seu ponto de vista de uma vez por todas.*

- Honestidade pode ser compreendida como crueldade, do mesmo modo funciona a justiça. Pois todos querem e se fazem de vítimas em sua vida, sempre sofrendo, sempre achando que foram julgados erroneamente. Ninguém é uma vitima, senhor especialista. Somos todos culpados de diversos crimes, o seu, mais do que ofender um oficial, matar uma criatura que ofendeu o sistema e se voltou contra ele, foi de falar mal daqueles que servem lealmente às chamas. Somos servos. Somos leais e, creia você ou não, somos justos, punimos o que achamos errados e glorificamos o que achamos certo. Não me venha com essa ladainha toda, essa comparação que apenas quer me fazer passar para trás de que aqueles que matam por cobiça são melhores do que os que matam por um objetivo. Você feriu alguém e deveria pagar por isso. Mas, nessa noite, não sou sua juíza, sequer sou sua amiga, afinal um assasino não poderia ser amigo daquele que pode matá-lo a qualquer momento, não é mesmo? Amigo de uma guerreira que crê e segue tão fielmente a justiça e sua chama. Essa noite, você teve sorte! Está conosco, aceito por Bastian, suavizado pela compreensão de Klaus e salvou a minha vida. Meu lado leal pede que eu siga isso e o farei. Você deixou de ser para mim aquele que tantos crimes cometeu. Mas se sua honestidade for um golpe para apenas usar de nossa boa vontade, destruir nossa confiança e nos roubar de alguma forma, pela chama rubra, serei eu quem irá atrás de você e fará valer cada palavra que disse contra os paladinos. Compreende, companheiro?

*Soltou-o suavemente, certa de que sua mensagem fora bem recebida...ou pelo menos, bem compreendida. Lori estendia a mão novamente para Edmond, numa oferta de que estava disposta a esquecer o passado dele, se ele não esquecese de que era fácil ofender os sentimentos daquela guerreira eladrin, mas igualmente era fácil ...ou estava sendo, cair nas boas graças dela e continuar protegido por sua espada. Dependeria de que ele jamais traísse sua confiança e ela jamais o entregaria .*
avatar
Lizie
Pippin e Merry
Pippin e Merry

Feminino Número de Mensagens : 119
Reputação : 4
Pontos de Usuário : 3368
Data de inscrição : 30/07/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Le Dulce - Aldrin

Mensagem  Fabricix em Ter 26 Ago 2008, 01:00

*Bastian ouvia enquanto vigiava a entrada e descansava sentado em uma das cadeiras. Era de se esperar que tão pronta confissão fosse acender a desconfiança de seus dois companheiros... Afinal Lori era seguidora da chama rubra, o que dispensava qualquer comentário e Klaus liderava soldados como aquele que o ladino matou. Mais uma vez o especialista Edmond escolhera mal suas palavras e mal reagiu perante a iniciativa de Lori ao dar o seu "ponto de vista". Apesar disso algo nas palavras da guerreira incomodava Bastian, que se sentiu impelido a falar algo para a guerreira*

- Só uma coisa Lori... O fato de eu ter aceitado ele entre nós, é porque ele foi sincero em nos contar a verdade e porque acredito que não somos ninguém para julgar os seus atos. O que não significa que eu também não siga a justiça, mas a faço do meu modo. O Edmond também deve ter o seu senso de justiça, que não é igual ao seu, nem ao meu. Se ele tiver que pagar pelos seus atos, ele pagará. Se forem injustos com ele, serei o primeiro a defende-lo. Se nos prejudicar, serei o primeiro a querer faze-lo pagar. Simples e direta, esta é a minha justiça Lori.

*Bastian agora se dirige a Edmond*

- Talvez não tivesse que medir tuas palavras onde moravas Edmond, mas entre nós talvez deva faze-lo... Abriu teus segredos conosco e lutou ao nosso lado quando foi necessário, por isso te aceito ao meu lado aqui. Mas tua comparação de honra foi uma grande ofensa á Lori e se tivesse ofendido a mim, provavelmente seriam as nossas armas que estariam "conversando". Respeite o nosso modo de ser e respeitaremos o seu... É bem simples não acha?

*Bastian volta a olhar para o corredor escuro, enquanto pensava que o arco num lugar como aquele talvez não fosse tão útil quanto suas espadas. Ele guarda o arco novamente e empunha as duas espadas. Levanta-se, ao mesmo tempo que se espreguiça e aparenta esta mais relaxado. Olha para Klaus esperando sua reação aos acontecimentos*
avatar
Fabricix
Légolas
Légolas

Masculino Número de Mensagens : 465
Reputação : 10
Pontos de Usuário : 3853
Data de inscrição : 14/08/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Le Dulce - Aldrin

Mensagem  Lucius em Ter 26 Ago 2008, 08:21

Edmond escreveu:-... eu vivo desde que nasci em um mundo cinza em que assassinos podem ser companheiros mais honrados do que nobres paladinos.

*Klaus arregalou os olhos e olhou para Lori, pois ele tinha seus conceitos sobre religiosos e poderia facilmente desculpar a grosseria de Edmond enquanto dava sua devida explicação. Educação estava em baixa em Le Dulce, pelo que parecia. Mas Lori era diferente, ela não podia perdoar tão facilmente as palavras mais uma vez tão mal escolhidas. Klaus fechou os olhos ao perceber Lori fechar seu punho. Aquele soco ia doer só de olhar. Se isso virasse um hábito dele, Edmond os abandonaria por simples questão de sobrevivência. Seria bom se ele aprendesse rápido a sua lição.

Ao ver a dor que se entregava Edmond, Klaus sorriu levemente e disse:*

- Acho que podemos descansar um pouco mais antes de continuarmos, não? Aproveitem a pausa.

* Klaus puxou uma das cadeiras e sentou-se ereto, de braços cruzados, olhos fechados e um sorriso brincalhão nos lábios. Lori continuava a mesma, a mesma.*

Bastian escreveu:- Só uma coisa Lori... O fato de eu ter aceitado ele entre nós é porque ele foi sincero em nos contar a verdade e porque acredito que não somos ninguém para julgar os seus atos. O que não significa que eu também não siga a justiça, mas a faço do meu modo. O Edmond também deve ter o seu senso de justiça, que não é igual ao seu, nem ao meu. Se ele tiver que pagar pelos seus atos, ele pagará. Se forem injustos com ele, serei o primeiro a defende-lo. Se nos prejudicar, serei o primeiro a querer faze-lo pagar. Simples e direta, esta é a minha justiça Lori.

*Klaus abriu os olhos, contrariado. Não via a menor necessidade nas palavras individualistas e polêmicas do ranger. Se era sua opinião, que a guardasse para si, pois ninguém era obrigado a aceitá-la. Justiça era um tema amplo demais, que levaria mais de alguns minutos até que os ânimos se acalmassem ou alguns socos a mais fossem desferidos. Tentando remediar a situação, Klaus falou com a voz ainda serena:*

- Se é a "sua" justiça, então não é Justiça, mas um código pessoal de honra, como possuem os piratas, Bastian! E diante dos olhos da sociedade, que é a única que pode estipular o conceito de Justiça, e o muda de tempos em tempos embasando-se no bom-senso comum, os piratas são criminosos. Por favor, não confunda Justiça com o modo que levas a sua vida, egoistamente não se importando com o fato de não teres sido prejudicado pelos atos de Edmond até hoje. Se fosses o filho do guarda morto no combate, tua reação seria diferente, e um servo da Justiça nunca se permitiria uma resposta diferente por causa de envolvimento pessoal, pois ele saberia que a Justiça deveria prevalecer e não seus conceitos pessoais e orgulhosos! Preciso explicar mais o erro que cometeste? - *Olhava o ranger nos olhos, sinceramente esperando que ele parasse.*

*Voltando-se para Edmond, Klaus falou:*

- Edmond, vou acreditar em suas palavras de que foi apenas auto-defesa e, como os outros, não serei contra a sua presença, mas o que eu disse antes continua valendo: não permitirei que nos envolva em seus problemas. Não posso e não vou. Mas se este dia nunca chegar, não tenho motivos para ser contra sua presença. Seja bem-vindo ao grupo! - *E sorriu por fim, querendo encerrar a questão.*

*Caso o ranger encerrasse a polêmica, Klaus fecharia novamente os olhos e descansaria na cadeira o tempo que fosse necessário até os outros se recuperarem, pois ele mesmo não estava cansado.*

[Ainda não foi possível gastar um Healing Surge. Mais descanso é necessário.]
avatar
Lucius
Lich King
Lich King

Masculino Número de Mensagens : 468
Idade : 35
Reputação : 13
Pontos de Usuário : 3913
Data de inscrição : 22/12/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Le Dulce - Aldrin

Mensagem  Ignácius em Ter 26 Ago 2008, 10:23

Lori age:
Lori estendia a mão novamente para Edmond, numa oferta de que estava disposta a esquecer o passado dele.

*Ed esperava o ataque ele havia feito o seu teste e agora sabia que poderia confiar ao menos no ranger, "um em três é melhor do que nenhum." Pensa Ed. Ed aceita a mão de Lori mesmo com o soco ainda mantém o seu sorriso, ele sabe aonde deve atingir a guerreira se quiser realmente magoá-la, e prefere não fazer isso por instinto de sobrevivência.*

*Ed começa a falar, após se recuperar do soco, com seu tom de voz para piadas.*

- 1º Obrigado por não ter batido na cara, eu gosto do meu rosto como ele é.
- 2º Aaauuuu... *esfrega a mão sobre o estomago*
- 3º Como o Klaus disse honra e justiça são duas coisas diferentes,*sorriso se desfaz para uma expressão e tom de voz triste* o meu pai acabou sendo capturado e levado ao suicídio por um paladino da chama branca, que quando mais jovem e incauto teve sua vida salva pelo White Rose Golden , meu pai, algumas vezes e cujo o qual hoje é o capitão da guarda. Para o meu código de honra se você salvou meu rabo uma vez então eu tenho de salvar o seu uma vez para ficarmos quites, e foi um assassino cumpridor deste código que me ajudou a tentar salvar o meu pai da forca. Ele acabou morrendo me salvando dos guardas da cidade. Por isso a comparação, na realidade eu não tinha o menor interesse em magoá-la senhorita Sankad, por isso sinto muito.
- 4 º Mas não vou me desculpar por ser quem eu sou, e eu sou um orgulhoso membro dos White Rose, um White Rose nunca é uma vítima, bem quase nunca, e me orgulho de cada crime que cometi, com a exceção daqueles que levaram as vidas de outras pessoas, como disse eu não gosto de matar. E não gosto de trabalhar com pessoas falsas, por isso revelei tanto de minha pessoa.
- E por último se querem me provar que o seu ponto de vista é correto não será com armas ou ataques a minha integridade fisíca que irão provar o meu erro, mas sim ações e palavras conhecidas por vossas pessoas como nobres. Creio que está tudo acertado agora, não?

*Ed sorri e agora se move com mais cuidado, pois espera a reação dos eladrin sobre suas palavras. E Ed tinha certeza sobre uma coisa, "preto e branco é como os eladrins entendem as coisas."*

[Ação preparada: se Ed for sofrer um ataque denovo ele corre para dentro do templo com os mortos vivos.]
avatar
Ignácius
Pippin e Merry
Pippin e Merry

Masculino Número de Mensagens : 116
Idade : 31
Reputação : 0
Pontos de Usuário : 3319
Data de inscrição : 18/08/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Le Dulce - Aldrin

Mensagem  Fabricix em Ter 26 Ago 2008, 11:49

Klaus escreveu:- Se é a "sua" justiça, então não é Justiça, mas um código pessoal de honra, como possuem os piratas, Bastian! E diante dos olhos da sociedade, que é a única que pode estipular o conceito de Justiça, e o muda de tempos em tempos embasando-se no bom-senso comum, os piratas são criminosos. Por favor, não confunda Justiça com o modo que levas a sua vida, egoistamente não se importando com o fato de não teres sido prejudicado pelos atos de Edmond até hoje. Se fosses o filho do guarda morto no combate, tua reação seria diferente, e um servo da Justiça nunca se permitiria uma resposta diferente por causa de envolvimento pessoal, pois ele saberia que a Justiça deveria prevalecer e não seus conceitos pessoais e orgulhosos! Preciso explicar mais o erro que cometeste? - *Olhava o ranger nos olhos, sinceramente esperando que ele parasse.*

*Bastian devolve o olhar ao warlord da habitual forma inespressiva*

- Erro? Não vejo erro na minha forma de pensar... E não vou discutir isso contigo Klaus! Não agora! Respeito teus conceitos e tu respeita os meus... Ficamos assim até acabar com a maldição deste templo. Discutamos isso quando estivermos bebendo o hidromel que Lori pagará.

*Olha para Lori com um leve sorriso. Bastian volta a sentar numa cadeira, guarda uma das espadas e bebe um pouco da água do seu cantil. Olha para Edmond*

- Então senhor especialista... Melhor se refazer do golpe. Lori bate forte e o soco deve ter doído.

*Bastian Esta visivelmente irritado por contestarem sua forma de pensar e para se acalmar, toma seu talismã em uma das mãos para atrair pensamentos agradáveis enquanto descansa.*
avatar
Fabricix
Légolas
Légolas

Masculino Número de Mensagens : 465
Reputação : 10
Pontos de Usuário : 3853
Data de inscrição : 14/08/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Le Dulce - Aldrin

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 3 de 10 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum