Le Dulce - Aldrin

Página 7 de 10 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Le Dulce - Aldrin

Mensagem  Lucius em Dom 28 Set 2008, 10:07

Edmond escreveu:*olha para Bastian e depois para Klaus* Espero que vocês guardem essa "vontade" para o que quer que esteja lá em baixo.

*Klaus apenas olhou para Edmond, chocado ao perceber que o especialista estava mais correto do que ele mesmo. Sim, a fúria devia ser usada contra os inimigos, não contra os companheiros de viagem, mas Klaus nunca teve muita paciência com pessoas que se julgavam "vítimas" da vida, provavelmente porque ele guardava isso dentro de si mesmo. Klaus fechou os olhos e esforçou-se para sufocar qualquer sentimento ruim que ainda tivesse pelo ranger.*

Edmond escreveu:-*sussuro para Amanda* Me de forças. E não se preocupe eu irei protege-la do que quer que esteja lá embaixo.

*Amanda não entende o motivo de Edmond lhe pedir forças daquela forma, mas decide apertar sua mão para que ele soubesse que não estava sozinho.*

Bastian escreveu:- Eu vou fazer meu trabalho... Peço desculpas aos outros, pois acabei me esquecendo de que tem algo para ser feito la embaixo... Esta conversa ainda não acabou Klaus... Num momento mais apropriado quem sabe?

*Amanda olhou triste para Bastian, vendo que aquele assunto ainda os perseguiria mais tarde, mas não foi contra o afastamento do ranger, pois às vezes a única coisa que alguém precisava para esfriar a cabeça era de um tempo sozinho.*

Um momento mais apropriado? pensou Klaus, mais calmo e julgando por seu carisma, descobriu que nunca haveria um momento apropriado, pois discussões daquele tipo não poderiam trazer bons resultados e isso, por si só, já retirava toda e qualquer vontade de Klaus em realizá-la. Mas não retrucou as palavras de Bastian. Klaus apenas olhou rapidamente para o ranger saindo da cozinha e pensou: "Faça o que quiser". Ele próprio não falaria com Bastian por um tempo. Mas imaginou se isso não prejudicaria Bastian em combate. Bem, que a clériga cuidasse dele!*

Hekameah escreveu:- Bom, percebo que alguns realmente precisam descançar, e percebo também que o grupo é grande, e, se posso dar minha opinião, diria que quem pode ir adiante vá indo, e os outros nos alcançam depois, assim não se perde tempo. E posso ficar sabendo o que se passa no caminho, se alguém puder fazer a gentileza de me contar.

Lori escreveu:- Não sei fazer silêncio e até as palavras saem mal formadas de minha boca quando escapam dela, mas te acompanho, Bastian, contrária às minhas tolas e impensadas palavras ditas a pouco. Essa não é apenas a sua missão. Em frente. Seja bem vindo, paladino...Sou Lori Sankad e acho que já notou o que esperar de mim...

*Amanda olhou preocupada para Edmond, sobre a idéia de ser deixada sozinha com Klaus para trás. Algo lhe dizia que não era uma boa idéia...*

*Klaus surpreendeu-se! Que Bastian se afastasse sorrateiramente era uma coisa! Que todos seguissem em frente deixando o warlord e a clériga para trás era outra! Ele não queria corrigir ninguém agora, muito menos Lori, mas se viu sem alternativas. Klaus levou a mão ao rosto em pesar, por vir-se obrigado a falar antes que um erro mortal fosse cometido, e fala com a voz desmotivada:*

- Lori, é exatamente por você não saber fazer silêncio enquanto caminha que vais atrapalhar Bastian em sua função de batedor. E quanto a opiniões...

*Klaus voltou-se a Hekameah, com a face menos sociável do que antes. Klaus parecia cansado enquanto falou:*

- ...Eu não tenho nada contra ouvir opiniões, mas ouça a minha também: todos aqui podem seguir em frente, menos eu e Amanda. E, diferente de você, nosso foco não é o combate individual. Julgar-nos da mesma forma seria um erro grotesco que nos levaria à morte caso o inimigo percebesse que fomos deixados para trás. Ele já nos emboscou uma vez e creio que o faria de novo. E sem nosso auxílio, as úncas opções que restariam a vocês seria a fuga ou a morte desnecessária, pois se enfrentamos o que enfretamos neste andar, imagino o que não haverá nos esperando próximo à câmara do Bastão Draconior. Sempre ouvi dizer que a fé na força de cada um é uma marca dos sacerdotes da Chama Azul, mas também ouvi dizer que fazem mais planos do que atos impensados. Que Bastian siga à frente sorrateiramente é uma coisa! Que deixem a nós dois aqui é outra! Além do mais, depois de dois dias, alguns minutos não farão diferença nenhuma. Puxe uma cadeira, Hekameah! Eu mesmo lhe conto o que aconteceu até agora.

*Klaus olhou para Lori e puxou uma cadeira indicando para ela voltar e se sentar e disse para a eladrin, esforçando-se para retomar a docilidade na voz:*

- Lori, se você for, eu irei. Eu já disse que não vou mais deixar você sozinha, mas se aceitar descansar um pouco mais, eu agradeceria, pois eu poderia lutar com todas as minhas forças contra o que quer que apareça na nossa frente. Poderia me fazer este favor?

*Klaus a olhou com imensa afeição, lembrando-se docemente do beijo de dez anos que deram a pouco tempo.*


Última edição por Lucius_D em Dom 28 Set 2008, 13:51, editado 1 vez(es)
avatar
Lucius
Lich King
Lich King

Masculino Número de Mensagens : 468
Idade : 35
Reputação : 13
Pontos de Usuário : 3857
Data de inscrição : 22/12/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Le Dulce - Aldrin

Mensagem  Lizie em Dom 28 Set 2008, 11:29

*O sangue fervia dentro do corpo de Lori, fazendo-a pousar delicadamente o pé no chão e então inclinar lentamente o tronco para trás. Seus olhos verdes singelos e calmos, mostrando que um movimento em falso de Klaus faria com que uma verdadeira briga se iniciasse naquele lugar.*

- Ficarmos aqui não irá ajudar ninguém dessa vila, apenas permitirá que outra armadilha seja feita. Deseja isso?

*A explicação, calma, pausada e racional do plano de Klaus fazia Lori abaixar a cabeça e soltar um suspirinho cansado, e, a contragosto, aproximava-se da cadeira que ele lhe oferecia, sentando-se rígida e desconfortavelmente. Agora que podia repensar sobre suas atitudes e palavras e sentir-se completamente... desanimada com a própria covardia e estupidez, por isso pronunciava-se de modo cansado e envergonhado.*

-...Posso, Klaus...Manterei-me fiel à minha palavra até o fim.
avatar
Lizie
Pippin e Merry
Pippin e Merry

Feminino Número de Mensagens : 119
Reputação : 4
Pontos de Usuário : 3312
Data de inscrição : 30/07/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Le Dulce - Aldrin

Mensagem  gangrel em Dom 28 Set 2008, 14:42

*Hekameah agora começa a perceber que o grupo realmente está desmotivado, e Klaus, que lhe parecia a voz, estava cometendo erros desnescessários, coisa de inexperiência ou falta de determinação. Mostrar-se desmotivado para um grupo que confia em você nunca foi uma boa idéia nos conceitos de Hekameah, e não deixou de ficar surpresoao perceber a fraca capacidade de julgamento do Warlord, sabendo que membros da chama azul traçam planos e são bons combatentes solitários, como pode julgar que Hekameah tivesse a intenção de deixar somente ele e a clériga para trás?*

*Mas resolveu ficar quieto. Com o tempo eles conheceriam o paladino. Mas Hekameah agradece interiormente por Klaus ter alertado a guerreira de que atrapalharia o trabalho do batedor. Seria visto como um metido se chegasse e chamasse a atenção dessa forma, então sorri para Klaus ainda com o pensamento de que o Warlord tinha lhe julgado apressadamente e erroneamente e sorri:*

- Agradeço sua atenção Sr.Klaus Vestfallen, me interesso pelo que acontece aqui, sim, e realmente me parece que seu plano é melhor que o meu.

*Hekameah fala isso mas não porque Warlord estava certo, mas pelo que acaba de ver, é realmente melhor esse grupo não se separar, pois é capaz do batedor gritar por socorro e alguns aqui olharem para o lado e assoviar.*

*Hekameah senta-se, apoia-se no escudo, sorri para a clériga e para a guerreira, tenta animar-lhes, como quem estivesse falando - vou descobrir agora o que está acontecendo pra ajudar a resolver o que seja -.*

*O paladino olha para a guerreira. Um ar de reprovação brilha em seus olhos. Por algum motivo ela lhe passa que a guerreira já havia se entregado: baixar a cabeça do modo que ela fez não era para Hekameah um ato de alguém que dedicou sua vida à arte da espada. - Treinou apenas seu corpo, esqueceu de treinar sua mente - Pensou o paladino.*

- No momento que escolhemos empunhar uma espada e dedicar toda nossa vida à ela, privando-nos de nossa própria, pensando no bem de todos e em fazer a diferença, e fazer com que um objeto dedicado a matar possa trazer benefícios a outros, já somos considerados heróis. E no mesmo momento dessa decisão, sabemos que nossa vida não será fácil. Muita privação, sofrimento e dor nos aguarda, e mesmo assim continuamos em frente, e desse modo passamos de heróis para "exemplos". E é muito bom ver uma heroína no grupo, e saiba, jovem Lori, que é uma honra para mim andar com você e gostaria de lhe dar os parabéns pela luta e dedicação de estar aqui hoje tentando fazer a diferença e auxiliando essa vila, que não seria nada se não fosse pessoas de pura determinação como a Senhorita. *Hekameah sorrindo faz uma reverência à guerreira com a cabeça*

*Hekameah volta-se para Klaus mostrando no rosto atenção e pronto para escutar o que se passava.*
avatar
gangrel
Frodo e Sam
Frodo e Sam

Masculino Número de Mensagens : 96
Idade : 33
Localização : Porto Alegre
Reputação : 0
Pontos de Usuário : 3340
Data de inscrição : 22/09/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Le Dulce - Aldrin

Mensagem  Ignácius em Dom 28 Set 2008, 15:35

Amanda age:
*Amanda olhou preocupada para Edmond, sobre a idéia de ser deixada sozinha com Klaus para trás. Algo lhe dizia que não era uma boa idéia...*

*Edmond não sabia o que esse paladino tinha na cabeça, mas sabia que sua idéia de deixar para trás a cura e o comando, essenciais em uma batalha era no mínimo tola. Edmond solta a mão de Amanda, apenas para abraça-la novamente e olha ela nos olhos.*

-*sussurando para Amanda* Eu prometi que a protegeria, não importa se eu tiver de enfrentar o inferno inteiro, eu irei faze-lo!*solta Amanda* eu sempre cumpro o que prometo, principalmente para com as pessoas de quem eu gosto... meu anjo...*Ed sorri para ela*

-*Ed eleva o seu tom de voz* Eu irei ficar e acredito que se Bastian for verificar somente esse andar o melhor é você, paladino, ir com ele, porque duvido que Bastian saiba arrombar portas de maneira silenciosa, e ele não irá lá para baixo sozinho. Não há a necessidade imediata de sermos muito furtivos aqui em cima, se tivesse alguma coisa escondida no meio das trevas, teria nos atacado durante a nossa pequena discussão ou vai atacar quando um de nós estiver sozinho. E desculpe-me o atrevimento Lori, mas você e Klaus fazem um belo par...*sorriso ironico* em combate, se por um acaso alguma dessas coisas saírem do templo por um burraco ou coisa parecida e nos atacar por trás, sua força será muito mais necessária aqui, não?

*Edmond se afasta de Amanda e prepara um cigarro, "Cara eu to precisando fumar um pouco. Espero que esse maldito ladrão não tenha conseguido pegar o bastão, porque acho que se ele tem poder para fazer esse tipo de estrago na vila eu terei de pegar o Draconior mais rápido que ele." Pensa Ed. Termina de preparar o cigarro e simplesmente o acende na tocha e fuma.*

[Edmond mantém-se alerta a qualquer movimentação.]
avatar
Ignácius
Pippin e Merry
Pippin e Merry

Masculino Número de Mensagens : 116
Idade : 31
Reputação : 0
Pontos de Usuário : 3263
Data de inscrição : 18/08/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Le Dulce - Aldrin

Mensagem  Fabricix em Dom 28 Set 2008, 19:30

*Bastian surpreende-se com a reação de Lori. Esperava que ficasse ao lado de Klaus mas concordava com seu ponto de vista. Infelizmente teria que decepciona-la....*

- Lori... Os outros tem razão. Discrição não parece ser teu ponto forte e não se preocupe. Vou apenas dar uma olhada mais detalhada na sala e retornar. E depois, preciso de um tempo sózinho...

*Inspira profundamente*

- Fiquem todos aqui e contem ao recém chegado o que passa por aqui. Acredito que depois de contar tudo ele consiga nos entender...

*Bastian sorri levemente e se volta para o corredor. Se dirige cuidadosamente até o salão maior e revista o local, retornando logo em seguida.*
avatar
Fabricix
Légolas
Légolas

Masculino Número de Mensagens : 465
Reputação : 10
Pontos de Usuário : 3797
Data de inscrição : 14/08/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Le Dulce - Aldrin

Mensagem  Lucius em Seg 29 Set 2008, 18:38

Hekameah escreveu:- Agradeço sua atenção Sr.Klaus Vestfallen, me interesso pelo que acontece aqui, sim, e realmente me parece que seu plano é melhor que o meu.

*"Pelo menos ele tem bom-senso", pensou Klaus, diante da resposta de Hekameah. Era claro que a ideia dele era melhor que a ideia de irem todos os que podiam ir, como havia verbalmente dito o paladino. Pelo menos o paladino sabia respeitar e até seguir opiniões diferentes.*

Hekameah escreveu:-... E é muito bom ver uma heroína no grupo, e saiba, jovem Lori, que é uma honra para mim andar com você e gostaria de lhe dar os parabéns pela luta e dedicação de estar aqui hoje tentando fazer a diferença e auxiliando essa vila, que não seria nada se não fosse pessoas de pura determinação como a Senhorita. *Hekameah sorrindo faz uma reverência à guerreira com a cabeça*

*Klaus arregalou os olhos diante das palavras bondosas dirigidas a Lori, de forma tão direta. Poderia não ser a intenção de Hekameah, mas Klaus podia jurar que ele estava galanteando sua amada! Klaus olhou para Lori surpreso e curioso diante da reação que ela expressaria, atento se ela retribuiria o galanteio, mas então, de um momento para o outro, ele riu, lembrando-se que involuntariamente ele mesmo havia inspirado ciúmes na guerreira a respeito de Amanda momentos antes. Ali estava ele, sofrendo a vingança divina! Klaus não tinha mais dúvidas: se havia um Deus, Ele não gostava do eladrin! Mas ao invés de ficar revoltado e áspero com o Paladino, Klaus apenas sorriu e dirigiu um olhar jovial para a eladrin, menos inclinado a uma discussão como estava antes. Nestes rápidos movimentos, Hekameah pôde perceber que o eladrin gostava da Lori.*

Edmond escreveu:-*sussurando para Amanda* Eu prometi que a protegeria, não importa se eu tiver de enfrentar o inferno inteiro, eu irei faze-lo!*solta Amanda* eu sempre cumpro o que prometo, principalmente para com as pessoas de quem eu gosto... meu anjo...*Ed sorri para ela*

*Amanda ficou sem reação diante de mais um abraço de Edmond. Depois que ele fala, ela sorri brincalhona para Edmond e diz:*

- Mais um abraço e eu peço pro paladino proceder o casamento, senhor "Eu sempre cumpro o que prometo". Mas algo me diz que você preferiria enfrentar o inferno em vez de um altar.

*E sorri novamente para Edmond, tentando lembrá-lo que ela está atenta a seus avanços e leva as coisas um pouco mais a sério do que aventuras rápidas.*

Edmond escreveu:Eu irei ficar e acredito que se Bastian for verificar somente esse andar o melhor é você, paladino, ir com ele, porque duvido que Bastian saiba arrombar portas de maneira silenciosa, e ele não irá lá para baixo sozinho.

*Klaus olhou para Edmond e disse:*

- Será que pelo menos eu poderia conversar com o homem?

Edmond escreveu:E desculpe-me o atrevimento Lori, mas você e Klaus fazem um belo par...*sorriso ironico* em combate

*Klaus apenas olhou pra Edmond desejando esfregar a cara do ladino no chão devido ao seu atrevimento! Bem, mas na verdade Klaus apenas sorriu e tentou relaxar mais uma vez.

Voltando-se a Hekameah, que agora lhe dedicava total atenção, Klaus começou a explicar:*

- Chegamos a mais ou menos uma hora neste vilarejo, sendo abordados por Vaspent, um ancião. Ele nos contou a história de um ataque de mortos-vivos à Igreja. Entramos e encontramos Amanda enclausurada em um escritório. Ela mesma não viu seus atacantes, mas contou-nos algo muito interessante: em uma câmara subterrânea abaixo desta igreja está o Bastão Draconior, que parece ter relação com a Barreira da Ilha Draconian, que mantém os dragões aprisionados. Não sabemos a identidade de nossos inimigos mas com certeza um necromante está envolvido. Não temos ideia se o bastão ainda está por aqui, mas depois de dois dias é mais provável que ele já tenha sido roubado... provável... mas eu tenho certeza que de há alguém inteligente por trás das defesas de mortos-vivos desta igreja. A emboscada que sofremos a pouco não poderia ser fruto de algo instintivo. Nos resta apenas seguir em frente e descobrirmos o que realmente aconteceu.

*No corredor à frente, Bastian percebe que tudo está como deixaram. Sua tocha vai revelando aos poucos as marcas da batalha que enfrentaram a poucos minutos. Quanto mais se distancia da cozinha, mais o barulho da conversa alegre de seus amigos vai se tornando um sussurro fantasmagórico e incompreensível. Logo Bastian chega ao corredor que dá acesso ao local da missa, onde estão os bancos revirados. Depois de entrar no corredor, ele encontra as trincheiras improvisadas dos esqueletos e mortos-vivos por mais alguns metros, quando o grande salão da missa se revela! Há sangue seco espalhado pelo chão. Um local de arquitetura simples, afinal. Ao fundo, Bastian enxerga uma porta ao lado do altar, fechada. Não há nada mais de interesse aqui.*
avatar
Lucius
Lich King
Lich King

Masculino Número de Mensagens : 468
Idade : 35
Reputação : 13
Pontos de Usuário : 3857
Data de inscrição : 22/12/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Le Dulce - Aldrin

Mensagem  Ignácius em Seg 29 Set 2008, 19:03

Amanda fala:
- Mais um abraço e eu peço pro paladino proceder o casamento, senhor "Eu sempre cumpro o que prometo". Mas algo me diz que você preferiria enfrentar o inferno em vez de um altar.

*"Hehe! Realmente essa não vai ser fácil mas ela é divertida, um fora com categoria, faz tempo que não recebo um assim, hum... hora de mudar a estratégia." Edmond continua fumando e atento o que está acontecendo em volta. Olha rapidamente para Amanda.*

- Bem... foi você quem começou.*sorriso ironico continua em seus lábios*huhu

*Edmond fala de maneira simples a resposta de Klaus.*

- Eu nunca disse que ele deveria partir imediatamente,*Coloca a mão sobre o peito* e quem é esse pobre bardo para dar uma ordem em qualquer um neste grupo de intrépidos heróis?*o sorriso ironico não sai da face de Edmond*

*Um pouco de inspiração então passa pela mente de Edmond. Ed canta baixo mas ainda audível para todos na cozinha.*

Deixe a linha de frente esperando
Exércitos exitam
Eu posso fazer tratos com o destino
Mas não com as pequenas coisas

O fim pode
Chegar em qualquer dia
Mas eu não consigo fugir
Das pequenas coisas

Vocês sabiam?
Que as coisas ruins vem em dois
Mas eu nunca soube
Sobre as pequenas coisas
A cada dia
Coisas ficam em meu caminho
Alguém tem que pagar
Pelas pequenas coisas


[Mesmo em sua canção Edmond se mantém alerta a qualquer movimentação]
avatar
Ignácius
Pippin e Merry
Pippin e Merry

Masculino Número de Mensagens : 116
Idade : 31
Reputação : 0
Pontos de Usuário : 3263
Data de inscrição : 18/08/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Le Dulce - Aldrin

Mensagem  Fabricix em Seg 29 Set 2008, 22:25

*Bastian fica parado por alguns momentos enquanto avalia o local. Nada de novo, mas ele ja imaginava isso. Queria mesmo era ficar um pouco só. Era a unica coisa que realmente o acalmava. Naturalmente o ambiente não ajudava em nada, mas quem não tem cão caça com gato, como diz o ditado popular...*

*O ranger vai até o altar e faz uma rápida prece a Aqueron segurando o amuleto de Sarya. Realmente sentia muito a falta da ninfa e o fato de sentir uma certa inveja dos casais ali presentes... *

"Por que só eu tive que deixar minha amada e partir numa expedição perigosa? Sei que não devo inveja-los, mas não consigo parar de pensar nela... e no quanto queria que ela estivesse aqui. Minha mãe... Sarya... Espero que todos estejam bem... Que Aqueron proteja a nossa casa até eu voltar."

*Bastian se aproxima da porta e tenta ouvir alguma coisa que possa estar acontecendo do outro lado da porta aproveitando para olhar mais de perto, mas não encosta na mesma. Depois disso retorna pelo corredor com o que descobriu e se dirige diretamente ao lado de fora para respirar um pouco de ar.*
avatar
Fabricix
Légolas
Légolas

Masculino Número de Mensagens : 465
Reputação : 10
Pontos de Usuário : 3797
Data de inscrição : 14/08/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Le Dulce - Aldrin

Mensagem  Lizie em Seg 29 Set 2008, 23:29

*Parecia que o grupo nadava em pequenas poças de lama, afundando e afundando e Lori, ao invés de conseguir auxiliá-los a sair, parecia ser a grande pedra que os empurrava para baixo.Torcendo os lábios num trejeito infantil a até meio mimado, a guerreira deixava que o mundo seguisse ao seu redor sem interferir nele, como um navegador dentro de um barco sem remos, seguindo a maré...o curso do destino e das coisas que a circulavam. Escutar seu nome na voz de um desconhecido a fazia dar um pequeno salto e arquear uma das sombrancelhas em questionamento.*

- No momento que escolhemos empunhar uma espada e dedicar toda nossa vida à ela, privando-nos de nossa própria, pensando no bem de todos e em fazer a diferença, e fazer com que um objeto dedicado a matar possa trazer benefícios a outros, já somos considerados heróis. E no mesmo momento dessa decisão, sabemos que nossa vida não será fácil. Muita privação, sofrimento e dor nos aguarda, e mesmo assim continuamos em frente, e desse modo passamos de heróis para "exemplos". E é muito bom ver uma heroína no grupo, e saiba, jovem Lori, que é uma honra para mim andar com você e gostaria de lhe dar os parabéns pela luta e dedicação de estar aqui hoje tentando fazer a diferença e auxiliando essa vila, que não seria nada se não fosse pessoas de pura determinação como a Senhorita. *Hekameah sorrindo faz uma reverência à guerreira com a cabeça*

*O olhar da eladrin ia até Klaus e depois para Hekameah, voltando logo em seguida para Klaus. Aquilo não fazia muito sentido para sua cabeça cansada. Como um desconhecido poderia congratulá-la por algo? Determinada, suspirava com desgosto ainda maior de si mesma. Precisava se recompor e, apesar de amar Klaus, a presença dele no momento a deixava num estado exaltado de ânimo. Erguendo-se o mais cuidadosamente que conseguia, ia até o paladino e pousava a mão em seu ombro.*

- Suas palavras são boas, mas não possuo o mérito de merecê-las, meu bom amigo. Ao contrario, sinto que sou a felizarda em tê-lo no grupo. Se me derem licença, Klaus, Hekameah...*Olhava Amanda e Edmond mas decidiu não atrapalhá-los, por isso não os citava*- Preciso fazer algo.

*Afastando-se, ia até a parede oposta a eles, aonde ficava olhando de um modo fixo e pertubardor um ponto imaginário. Para Amanda e Hekameah era possível reconhecer esse tipo de postura e olhar: naquele momento a eladrin dedicava alguns minutos para falar com sua chama e tomar uma importante decisão.*
avatar
Lizie
Pippin e Merry
Pippin e Merry

Feminino Número de Mensagens : 119
Reputação : 4
Pontos de Usuário : 3312
Data de inscrição : 30/07/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Le Dulce - Aldrin

Mensagem  gangrel em Ter 30 Set 2008, 00:12

*Hekameah escuta atentamente a narrativa muito bem contada do Warlord e agradece a Gotark pela empreitada ser contra criaturas as quais o paladino tem relativa vantagem*

*Observa tudo ao seu redor e não consegue deixar de sorrir à guerreira quando ela lhe toca o ombro e fala aquilo. Lembra do que pensou, o paladino estava certo: ela treinou somente o corpo mesmo. Por mais estranho que seja, é muito provável Klaus não entenderia o sorriso feliz do paladino, mas era bem simples para um seguidor da chama azul: Hekameah sorria pois previa no que aquela guerreira poderia se tornar quando o paladino terminasse seu trabalho na alma e mente dela.*

*Fazendo uma afirmativa com a cabeça para Klaus, Hekameah permanece sentado, olha para a guerreira encostada na parede e respeita em silencio seu momento de fé.*

*Bate seus dedos na coxa com semblante pensativo, olhando e analizando a todos, olha para Amanda que parece esperar uma resposta do paladino sobre o que ele acaba de ouvir, ele vê esperança no olhar dela. Sorri para Amanda, de forma bem calma, como se o perigo e os problemas seriam resolvidos com facilidade, só questão de tempo.*

- Assim que descansarem, eu estou pronto.


*A resposta mostrava que ele aceitava a missão.*
avatar
gangrel
Frodo e Sam
Frodo e Sam

Masculino Número de Mensagens : 96
Idade : 33
Localização : Porto Alegre
Reputação : 0
Pontos de Usuário : 3340
Data de inscrição : 22/09/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Le Dulce - Aldrin

Mensagem  Lucius em Ter 30 Set 2008, 17:13

Edmond escreveu:- Bem... foi você quem começou.*sorriso ironico continua em seus lábios*huhu

*Amanda arregalou levemente os olhos. Pensou um pouco, relembrando as lágrimas de Edmond, fechando um pouco a face em tristeza e mas sorrindo docemente logo depois. Em meio a seu sorriso simples, ela disse, com voz doce:*

- Sim, fui eu quem começou. Mas não me arrependo.

*Amanda acompanhou a fala de Klaus, pensando se o irmão da Chama Azul não iria querer lhe fazer alguma pergunta mas não foi o caso.*

Hekameah escreveu:Observa tudo ao seu redor e não consegue deixar de sorrir à guerreira quando ela lhe toca o ombro e fala aquilo.

*Klaus olhou sem entender o sorriso de Hekameah, mas imaginou que ele rira em uma educada desaprovação à renúncia de Lori a seus elogios. Klaus não achou que Hekameah tivesse rido por ter sido reconhecido como um grande homem. Hekameah parecia ser o tipo de pessoa que se preocupava com outras coisas.*

Lori escreveu:Afastando-se, ia até a parede oposta a eles, aonde ficava olhando de um modo fixo e pertubardor um ponto imaginário.

*Klaus ergueu as sobrancelhas, entre surpreso e tenso, pois o abatimento crescente sobre Lori já estava começando a preocupá-lo. Começou a se levantar de sua cadeira decidido a lhe perguntar o que tanto a perturbava, para ajudá-la a enfrentar os próprios demônios. Ela não precisava fazer isso sozinha nunca mais. Mas ao vê-la daquela forma recolhida, Klaus interrompeu seu movimento e sentou-se devagar novamente. O que quer que ela meditasse parecia importante demais para ser interrompida. Klaus sentiu-se impotente diante da situação, mas então olhou para Hekameah e tentou aproveitar o tempo para saber mais sobre aquele que queria unir-se a eles. Klaus falou com voz baixa e educada:*

- Bem, contamos um pouco de nossa história. Poderia nos contar um pouco da sua?

*Amanda permanece ouvindo a música de Edmond, imaginando qual seria o verdadeiro sentimento de seu autor para cantá-la, mas guardou suas considerações para si mesma. Logo depois, Amanda olhou para o corredor no qual não se via mais a chama da tocha de Bastian. Ela esperava que ele estivesse bem. Esperava que ele tivesse encontrado a paz que tanto necessitava.*

Bastian escreveu:*O ranger vai até o altar e faz uma rápida prece a Aqueron segurando o amuleto de Sarya. Realmente sentia muito a falta da ninfa e o fato de sentir uma certa inveja dos casais ali presentes... *

*Ao terminar sua prece, Bastian percebeu que uma poeira prateada estava saindo de seu amuleto e flutuando ordenadamente até um ponto atrás do altar. Aos poucos, a figura de um sacerdote portando um caduceu como símbolo sagrado, o símbolo de Aqueron, ia se formando a sua frente. Com uma voz fantasmagórica, o homem começou a falar:*

- Bendito sejas pela prece que fizeste, amante da Natureza. Prece é do que mais necessita esta tão amada igreja. Preces trazem consigo não apenas a atenção dos Grandes Mestres mas, mais do que isso, trazem a atenção de Deus sobre sua obra. Aproveito o momento para lhe dar um aviso: aqueles que buscam a destruição da beleza natural da vida como a conhecemos ainda estão nesta igreja. Os guardiões celestes ainda lutam em defesa da dádiva deixada sobre nossa guarda pelos Sete Mestres, mas não resistirão por muito mais tempo. Para alcançarem seu objetivo, lembre-se de minhas palavras: nenhuma pessoa orgulhosa pode pegar o bastão. Apenas alguém que se coloque abaixo dele é que terá permissão de tocá-lo. Que Deus e os Mestres andem sempre convosco.

*E a imagem sumiu da mesma forma que surgiu, dispersando a poeira prateada pelo chão, sem mais o brilho de antes. Na porta, Bastian não ouviu nenhum barulho em especial.*
avatar
Lucius
Lich King
Lich King

Masculino Número de Mensagens : 468
Idade : 35
Reputação : 13
Pontos de Usuário : 3857
Data de inscrição : 22/12/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Le Dulce - Aldrin

Mensagem  Ignácius em Ter 30 Set 2008, 18:06

Lori age:
Afastando-se, ia até a parede oposta a eles, onde ficava olhando de um modo fixo e perturbador um ponto imaginário.

*Ao notar novamente que Klaus prefere deixar as coisas para mais tarde com relação a Lori, Edmond acaba o seu cigarro, e se aproxima de Lori. "Bem alguém tem que fazer isso e também só estou retribuindo o favor, de ter me 'motivado' agora a pouco" Pensa Edmond. Tom de voz de Ed é sério e o sorriso sumiu de sua face.*

- Um conselho Lori Sankad, se o passado se torna difícil de lidar o esqueça, e o mande pro inferno. Concentre-se no seu presente, e parece loucura mas... Viva como se não houvesse amanhã assim você nunca se arrependerá por coisas que não fez, agora precisamos da guerreira animada e vivaz que prometeu proteção, logo ali*aponta para fora*, você assim como eu, deve ter seus problemas com o passado. Sinceramente eu não sei e não quero saber, porque agora isso não tem importância alguma,*sussurrando em élfico* você tem Klaus aproveite ao máximo! Eu perdi a mulher que eu amava para sempre e agora você sabe de uma das duas coisas de que eu me arrependo em toda a minha vida.*sorri de maneira triste*

*Edmond se move até Klaus, tom de voz denota dor e sussura em élfico.*

- E Klaus nunca hesite, principalmente quando se trata das pessoas de quem você gosta... Eu sei muito bem o que a hesitação pode levar... Só um conselho

*Se afasta do warlord, sorriso triste permanece, além de Ed fazer uma reverência a todos, e canta com um tom de voz que espressa a dor pela perda da única mulher que ele amou verdadeiramente, a única que o faria desistir de ser o que ele é... um ladino!*

Nunca me dei bem sendo um sábio
Também não daria certo sendo um pobre ladrão
Estou cansado de viver como um cego
Me sinto doente por dentro, sem sinal de sentimentos

E é assim que você me lembra
É assim que você me lembra do que eu realmente sou

Não é do seu feitio desculpar-se
Eu estava esperando uma história diferente
Dessa vez estou errado
Por entregar-lhe um coração digno de se partir
E estive errado, estive deprimido
Tentei afogar as mágoas na bebida
Estas cinco palavras gritam na minha cabeça:
"Nós ainda estamos nos divertindo?"
Sim? sim? sim? não? não?

Não é como se você não soubesse
Eu disse que a amava e juro que ainda amo
Deve ter sido péssimo
Pois viver comigo deve ter quase matado você

É assim que você me lembra quem eu realmente sou
É assim que você me lembra quem eu realmente sou


*ao fim apenas uma gargalhada explode, e um tom de voz brincalhão vem a tona.*

- Então esse Ranger volta ou não volta? Ha! acho que vou dar uma olhada nele, com licença. Ah e confio a minha promessa a vocês até a minha volta.

[Edmond vai atrás de Bastian]
avatar
Ignácius
Pippin e Merry
Pippin e Merry

Masculino Número de Mensagens : 116
Idade : 31
Reputação : 0
Pontos de Usuário : 3263
Data de inscrição : 18/08/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Le Dulce - Aldrin

Mensagem  gangrel em Ter 30 Set 2008, 19:19

*O paladino observa tudo com muita atenção e não deixa de ficar feliz ao ver que o sujeito que ele considerava o mais estranho no grupo era o único que deu a mão para ver se tirava essas pessoas do poço emocional em que se encontravam.*

*Volta-se à Klaus e fala muito cordial.*

- Sou um paladino, saí a pouco de meus treinamentos e o destino me trouxe até vocês. Só isso.

*Hekameah permace sentado olhando os acontecimentos.*
avatar
gangrel
Frodo e Sam
Frodo e Sam

Masculino Número de Mensagens : 96
Idade : 33
Localização : Porto Alegre
Reputação : 0
Pontos de Usuário : 3340
Data de inscrição : 22/09/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Le Dulce - Aldrin

Mensagem  Fabricix em Ter 30 Set 2008, 20:04

Lucius escreveu:- Bendito sejas pela prece que fizeste, amante da Natureza. Prece é do que mais necessita esta tão amada igreja. Preces trazem consigo não apenas a atenção dos Grandes Mestres mas, mais do que isso, trazem a atenção de Deus sobre sua obra. Aproveito o momento para lhe dar um aviso: aqueles que buscam a destruição da beleza natural da vida como a conhecemos ainda estão nesta igreja. Os guardiões celestes ainda lutam em defesa da dádiva deixada sobre nossa guarda pelos Sete Mestres, mas não resistirão por muito mais tempo. Para alcançarem seu objetivo, lembre-se de minhas palavras: nenhuma pessoa orgulhosa pode pegar o bastão. Apenas alguém que se coloque abaixo dele é que terá permissão de tocá-lo. Que Deus e os Mestres andem sempre convosco.

*Bastian escutava atentamente a cada palavra, ignorando toda e qualquer precaução naquele momento. Então a relíquia ainda está aqui... Assim como os responsáveis por isso. Quando ele terminou e a poeira magica dispersou-se, Bastian olha impressionado para o pingente que agora esta em sua mão.*

"Quanto poder tem este amuleto dama das águas? bendita sejas tu Sarya que me protege onde quer que eu esteja."

*Decidido a não perder mais tempo, Bastian retorna pelo corredor.*

Ed escreveu:- Então esse Ranger volta ou não volta? Ha! acho que vou dar uma olhada nele, com licença. Ah e confio a minha promessa a vocês até a minha volta.

- Não se incomode senhor especialista... Eu ja estou aqui.

*Olha para cada um e diz em alto e bom tom*

- Acabou o descanso! Descobri que a relíquia ainda esta aqui... Essa é a parte boa. A Ruim é que os agressores também estão aqui e estão lutando contra os defensores deste templo. Não aguentarão muito tempo, portanto se tiverem algo para resolver, assuntos a tratar ou histórias a relatar... ESQUEÇAM E DEIXEM PARA QUANDO ISSO AQUI TERMINAR!

*A expressão do Ranger ja não era mais de ódio... Mas de pura determinação.*

- Vamos purificar este local sagrado... Que todos rezem por suas chamas... vão precisar.

*Bastian se volta e retorna andando normamelmente de volta ao grande salão.*
avatar
Fabricix
Légolas
Légolas

Masculino Número de Mensagens : 465
Reputação : 10
Pontos de Usuário : 3797
Data de inscrição : 14/08/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Le Dulce - Aldrin

Mensagem  Lucius em Ter 30 Set 2008, 21:25

[Este post foi feito a pedido de Lizie de acordo com as ações que ela me informou que faria]

Edmond escreveu:- Um conselho Lori Sankad... ...você tem Klaus aproveite ao máximo! Eu perdi a mulher que eu amava para sempre e agora você sabe de uma das duas coisas de que eu me arrependo em toda a minha vida.*sorri de maneira triste*

*Lori apenas vira os olhos na órbita para fitar Edmond e solta MAIS um suspiro cansado. Depois olha rapidamente para Klaus, cruza os braços e diz em um sussurro élfico, como se ainda falasse com Deus em seu recolhimento pessoal:*

- O passado há muito tempo deixou de ter importância para mim. É o presente, as coisas que aconteceram a pouco tempo que me levam a esse ponto em que estou, a essa necessidade de procurar minha própria fé. Lamento sua perda. Embora jamais tenha perdido essa pessoa especial para mim, convivi por mais do que foi necessário com a dor da solidão mas... - *Lori vira o corpo e encara Edmond de frente, dando um sorriso melancólico enquanto descruza os braços.* - ... como aconteceu comigo, este é meu momento de uma segunda chance, mas não somos damas de baile ou diplomatas em reunião. Não podemos simplesmente esquentar cadeiras e resolver tudo verbalmente, por isso não posso deixar que mais palavras firam ou perturbem a integridade de meus atos, pois a animação da batalha se perde ante a ruína de um coração magoado ou de uma mente perturbada.

*Dando um sorrisinho zombeteiro, Lori ergue a mão e dá dois tapas rápidos nas costas de Edmond, relembrando-o de quando ela mesma o motivara, e diz em tom de voz audível a todos, em pandoriano:*

- Mas para que falar com Deus quando tenho meu bom amigo especialista ao meu lado?

Bastian escreveu:- Acabou o descanso! Descobri que a relíquia ainda esta aqui... Essa é a parte boa. A Ruim é que os agressores também estão aqui e estão lutando contra os defensores deste templo. Não aguentarão muito tempo, portanto se tiverem algo para resolver, assuntos a tratar ou histórias a relatar... ESQUEÇAM E DEIXEM PARA QUANDO ISSO AQUI TERMINAR!

*Lori olha para todos na sala e diz:*

- Bom, parece que o silêncio não é mais importante. Eu vou na frente!

*Lori dá um passo a frente, então pára, levando a mão ao cabo da espada e olha para cima com uma expressão de tédio no rosto e fala:*

- Tá bom! Vocês tem um plano, não é? E com certeza não me envolve ir na frente, não é?

*E Lori sorri jovialmente para o grupo, esforçando-se por ser mais animada como havia sido pedido, aguardando o que vão dizer e fazer.*
avatar
Lucius
Lich King
Lich King

Masculino Número de Mensagens : 468
Idade : 35
Reputação : 13
Pontos de Usuário : 3857
Data de inscrição : 22/12/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Le Dulce - Aldrin

Mensagem  Lucius em Ter 30 Set 2008, 21:58

Edmond escreveu:- E Klaus nunca hesite, principalmente quando se trata das pessoas de quem você gosta... Eu sei muito bem o que a hesitação pode levar... Só um conselho

*Klaus olhou intrigado para Edmond. Seus instintos comportamentais eladrins lhe diziam para repreender o especialista por meter-se em assuntos que não lhe diziam respeito, mas a postura preocupada e sincera de Edmond refrearam qualquer atitude recriminatória de Klaus. O eladrin pensou mais em tentar se responder o que havia perdido Edmond do que em condenar sua atitude intrometida. Apenas acenou a cabeça em concordância para encerrar o assunto, voltando-se para Hekameah.*

Hekameah escreveu:- Sou um paladino, saí a pouco de meus treinamentos e o destino me trouxe até vocês. Só isso.

* Diantes destas palavras, Klaus pensou: "Resposta extremamente evasiva. Ou ele não confia em mim, ou não se sente íntimo o suficiente para me contar, ou não quer chamar a atenção para si, ou tem um passado que preferiria esquecer ou, pior, quer apenas esconder de nós. Só me deixa uma escolha: ficar de guarda contra qualquer surpresa de seu passado que possa nos afetar. Estarei atento, "paladino". "

Klaus sorriu para Hekameah um tanto decepcionado pela curta resposta e deixou no ar a mensagem de que estaria atento caso o paladino quisesse lhe contar mais alguma coisa. Mas parece que teria de ser em outra oportunidade...*

Bastian escreveu:- Acabou o descanso! Descobri que a relíquia ainda esta aqui... Essa é a parte boa. A Ruim é que os agressores também estão aqui e estão lutando contra os defensores deste templo. Não aguentarão muito tempo, portanto se tiverem algo para resolver, assuntos a tratar ou histórias a relatar... ESQUEÇAM E DEIXEM PARA QUANDO ISSO AQUI TERMINAR!

*Klaus arregalou os olhos, surpreso! Como podia o ranger ter conseguido todas estas informações e voltado tão rápido? Seria ele tão bom assim? Klaus não tinha por que duvidar, pois quando saíra, Bastian afirmou sua opinião de que provalemnte o bastão não estaria mais na igreja, e agora voltava com uma resposta oposta! Algo em especial devia ter acontecido, fosse algo que Bastian ouviu por um corredor escuro e deduziu que ocorria, mas era bom não ter dúvidas disso. Klaus perguntou:*

- Como chegou a estas conclusões? Viu algum dos invasores que não fosse um morto-vivo?

*Preocupado com Amanda, ele lhe perguntou:*

- Amanda, está pronta?

*Pega um tanto desprevenida, enquanto seu cérebro tentava digerir a informação de que o Bastão ainda podia ser salvo, Amanda fechou os olhos, tentando medir suas forças, e respondeu:*

- Sim... a chama dentro de mim brilha intensa mais uma vez. Estou pronta.

- Ótimo, então podemos partir agora mesmo.

Lori escreveu:- Tá bom! Vocês tem um plano, não é? E com certeza não me envolve ir na frente, não é?

*Klaus olhou para Lori, sorrindo ao ver o sorriso da eladrin voltar ao seu rosto, e disse:*

- Tenho uma ideia um pouco diferente, Lori. Edmond e Bastian devem seguir à frente e aproveitar para nos repassar informações a respeito dos desafios à nossa frente. Aconselho que andem sempre ao nosso alcance da visão, mas o mais longe que puderem e retornem caso sejam atacados. Amanda deverá ser a terceira pessoa a andar, atenta a socorrê-los se necessário. Eu e Lori, com nossas armaduras e escudos, ficaremos logo atrás de Amanda e Hekameah cuidará de nossa retaguarda para qualquer eventual emboscada que soframos novamente.

*Klaus parou de falar, olhando para os demais com a face meio constrangida. Ele tinha feito de novo! Tinha achado que estava em meio a seus soldados preparando uma missão de infiltração em um forte inimigo. Ele ainda não conseguia não dar ordens. Muitos anos no exército moldaram sua mente quando diante de um desafio. Klaus abaixou a cabeça envergonhado e disse, com voz baixa:*

- Foi só uma ideia...
avatar
Lucius
Lich King
Lich King

Masculino Número de Mensagens : 468
Idade : 35
Reputação : 13
Pontos de Usuário : 3857
Data de inscrição : 22/12/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Le Dulce - Aldrin

Mensagem  Ignácius em Ter 30 Set 2008, 22:24

Lori age e fala:
*Dando um sorrisinho zombeteiro, Lori ergue a mão e dá dois tapas rápidos nas costas de Edmond, relembrando-o de quando ela mesma o motivara, e diz em tom de voz audível a todos, em pandoriano:*

- Mas para que falar com Deus quando tenho meu bom amigo especialista ao meu lado?

*"Au, porque ela tem que ser sempre tão violenta?"Pensa Ed. Fala em seu tom de voz normal com um sorriso em seus lábios.*

- Este humilde bardo fica feliz por ser útil, minha cara guerreira eladrin.

Bastian falou:
- Acabou o descanso! Descobri que a relíquia ainda esta aqui... Essa é a parte boa. A Ruim é que os agressores também estão aqui e estão lutando contra os defensores deste templo. Não aguentarão muito tempo, portanto se tiverem algo para resolver, assuntos a tratar ou histórias a relatar... ESQUEÇAM E DEIXEM PARA QUANDO ISSO AQUI TERMINAR!

*Ed olha intrigado para Bastian, se houvesse luta provavelmente o ranger teria se metido, Ed viu o seu olhar quando o assunto é mortos-vivos muda totalmente chegando a ser incauto, porém agora volta com essas notícias como ele conseguiu isso? O tom de voz de Edmond novamente fica alegre e já entra no corredor.*

- Ora então devemos ser rápidos e furtivos, mas ainda tem uma porta então me deêm um instante e a tranca já será aberta. Ah! As coisas que se aprende pelas tavernas de Le'Dulce. Porém acho melhor eu usar das sombras e você Bastian usar a tocha, dentre nós acredito ser o mais furtivo por um pequeno detalhe*uma leve cutucada na armadura de Bastian*, e também meu manto me ajuda a me esconder no breu, só um problema os mortos não precisam enxergar. Então fique um pouco mais atrás ou tente me acompanhar de maneira furtiva, como desejar ranger de fearin.

- E gostaria de que me disse-se como você conseguiu esta informação, sabe... eu não ouvi uma porta sendo arrombada pelo seu tipo de habilidade?*Ed faz um muque e dá um tapinha*

*Uma lembrança atravessa a mente de Ed neste momento, a frase favorita de seu mestre de armas. Tom de voz frio e um olhar assassino aparece na face de Edmond.*

- Que o inferno para onde eu mande esses infelizes seja o paraíso comparado com o que eu vou fazer com eles. Huhuhuhuhuhuhuhu
avatar
Ignácius
Pippin e Merry
Pippin e Merry

Masculino Número de Mensagens : 116
Idade : 31
Reputação : 0
Pontos de Usuário : 3263
Data de inscrição : 18/08/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Le Dulce - Aldrin

Mensagem  Fabricix em Qua 01 Out 2008, 01:57

*Bastian para de andar e olha por cima do ombro*

- Parece-me um bom plano, Klaus... Vamos seguí-lo. Concordo até certo ponto que o silêncio não seja mais extremamente necessário, mas cuidado nunca é demais.

*Olha para Edmond*

- Subestimando-me, Especialista? Os rangers de Faérinn são os melhores em emboscadas. Antes que tu pudesse abrir essa boca grande para suas cantorias já estaria subjulgado ou crivado de flechas e nem saberia o que o atingiu... Sou um aprendiz apenas, mas cuidado ao julgar as pessoas... Elas podem não gostar.

*Quando recomeçarem a andar, Bastian comenta:*

- Perguntaram como consegui esta informação... Infelizmente o crédito não é meu. Quando fiz uma pequena prece para Aqueron diante do altar, meu amuleto reagiu com algo e apareceu a imagem de um homem com um caduceu...

*Descreve o homem da imagem.*

- Ele me disse sobre o artefato e a situação. Outra coisa importante é o aviso que ele me deu a respeito do artefato. Algo sobre orgulhosos não poderem pegar o bastão e apenas quem se por abaixo dele terá o direito de tocar nele...

*Olha para Amanda.*

- Sabe o que isso possa significar? Minha interpretação é que devemos ser humildes perante o Artefato para poder tê-lo conosco. Tu conheces ele melhor que nós e sabe o que ele significa, então acredito que deve ser tu que pegará o bastão de onde ele estiver.

*Olha novamente para a frente*

- Minha idéia é simples. Lutar talvez seja inevitável, mas deveríamos lutar até Amanda pegar o artefato e sair daqui o mais rápido possível com ele. Vinganças e promessas de morte devem ser realizadas num outro momento, quando o artefato estiver nas mãos corretas e bem longe das mãos deles.

*Bastian termina de falar enquanto deixa sua aljava preparada, o arco numa mão e a tocha na outra. Em sua mente uma pequena prece...*

"Que a flecha encontre o alvo e as lâminas cortem o mal pela raiz... Aqueron nos abençoe..."
avatar
Fabricix
Légolas
Légolas

Masculino Número de Mensagens : 465
Reputação : 10
Pontos de Usuário : 3797
Data de inscrição : 14/08/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Le Dulce - Aldrin

Mensagem  gangrel em Qua 01 Out 2008, 10:52

*Então parece que os Mestres olham por nós, isso é muito, muito bom.*

- Sem duvida é o melhor plano, é sábio seguir quem tem mais conhecimento, *sorri para Klaus*, vamos então.

*Hekameah espera todos se ajeitarem e parece que o cara estranho vai abrir a porta, enquanto isso aproximace de Bastian.*

- Sem dúvida ninguem no grupo gostaria de que você caísse no primeiro confronto não é mesmo? Então permita que eu também faça meu papel.

*Hekameah cura Bastian, e aguarda.*
avatar
gangrel
Frodo e Sam
Frodo e Sam

Masculino Número de Mensagens : 96
Idade : 33
Localização : Porto Alegre
Reputação : 0
Pontos de Usuário : 3340
Data de inscrição : 22/09/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Le Dulce - Aldrin

Mensagem  Lucius em Qui 02 Out 2008, 16:42

Bastian escreveu:*Bastian para de andar e olha por cima do ombro*

- Parece-me um bom plano, Klaus... Vamos seguí-lo. Concordo até certo ponto que o silêncio não seja mais extremamente necessário, mas cuidado nunca é demais.

*Klaus arregala os olhos surpreso pela afirmação de Bastian, pensando que os humanos eram rápidos para se ofender e rápidos para esquecer. Isso parecia uma boa característica. Bastian pôde ver que Klaus acenou positivamente com a cabeça, como se agradecesse o apoio.

Hekameah escreveu:- Sem duvida é o melhor plano, é sábio seguir quem tem mais conhecimento, *sorri para Klaus*, vamos então.

*Klaus então volta-se para Hekameah, também satisfeito por ele ter concordado.*

Lori, diante do apoio, apenas deu de ombros e disse, em meio sorriso:*

- Certo. Quem sou eu para discordar? Mas por favor, comecem a andar, "batedores"!

*E ficou ao lado de Klaus, intimamente satisfeita de poder estar tão perto para protegê-lo, não, não apenas protegê-lo mas, sim, lutarem lado a lado novamente.*


Bastian escreveu:- Perguntaram como consegui esta informação... Infelizmente o crédito não é meu. Quando fiz uma pequena prece para Aqueron diante do altar, meu amuleto reagiu com algo e apareceu a imagem de um homem com um caduceu...

*Klaus arregalou os olhos novamente! Teria o ranger delirado? Mas mesmo que tivesse, nada teriam a perder tomando todas as precauções como se os invasores ainda estivessem na igreja. Deixaria que o futuro respondesse suas dúvidas.*

Bastian escreveu:- Sabe o que isso possa significar? Minha interpretação é que devemos ser humildes perante o Artefato para poder tê-lo conosco. Tu conheces ele melhor que nós e sabe o que ele significa, então acredito que deve ser tu que pegará o bastão de onde ele estiver.

*Amanda surpreendeu-se ao ouvir que ela, que sempre fora uma das menores clérigas daquela igreja, iria tocar no Artefato que nem mesmo Bispos haviam ousado tocar. Titubeou, levando a mão ao peito acelerado. Fechou os olhos, pensando: "Meu Deus! Terei eu o direito de tocar na benção enviada pelos Mestres?... Mas não tenho escolha. Serei ou os inimigos da vida. Que me perdoem se eu errar." Então Amanda abriu os olhos mais decidida e respondeu:*

- Sim... eu farei meu melhor.

Hekameah escreveu:*Hekameah cura Bastian, e aguarda.*

*Uma luz azulada envolveu o peito de Bastian, relaxando seus músculos tensos e descansando seu corpo, deixando-o pronto para qualquer batalha que viesse.*

*Depois de prontos, seguem todos na ordem proposta por Klaus até a porta vista por Bastian, ainda fechada. Não há sinais de movimentação até aqui além da do grupo.*

[Hekameah gastou um Healing Surge para curar Bastian.

Klaus = 1 de dano / Lori = 1 de dano]
avatar
Lucius
Lich King
Lich King

Masculino Número de Mensagens : 468
Idade : 35
Reputação : 13
Pontos de Usuário : 3857
Data de inscrição : 22/12/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Le Dulce - Aldrin

Mensagem  Ignácius em Qui 02 Out 2008, 17:58

*"Ooooo ranger burro, sempre entende de maneira erronea o que lhe é dito, pois bem eu é que não vou ensinar boas maneiras para ele, esse é um trabalho para o paladino...hehehehehe...hum... só os humildes podem tocá-lo então este é meu dia de sorte porque com certeza irei pegar este bastão com uma ajuda da mais humilde dentre nós." Pensa Edmond, ele sorri para Amanda, logo depois Ed verifica se a porta está destrancada de maneira furtiva, ao verificar ele retira do bolso seus instrumentos de ladino e começa a fazer o arrombamento com o máximo de cuidado para não fazer qualquer ruído. A expressão de Edmond é concentrada.*

[Edmond usa thievery para abrir a porta, e furtividade para fazer isso sem que haja qualquer ruído.]
avatar
Ignácius
Pippin e Merry
Pippin e Merry

Masculino Número de Mensagens : 116
Idade : 31
Reputação : 0
Pontos de Usuário : 3263
Data de inscrição : 18/08/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Le Dulce - Aldrin

Mensagem  Fabricix em Qui 02 Out 2008, 19:14

Hekameh escreveu:*Uma luz azulada envolveu o peito de Bastian, relaxando seus músculos tensos e descansando seu corpo, deixando-o pronto para qualquer batalha que viesse.*

*Bastian inspira e faz alguns movimentos... Realmente parecia bem melhor*

- Agradeço pela lembrança Hekameh... Será uma honra lutar ao seu lado... E melhor ainda que será com força total.

*Bastian se posiciona ao lado da porta, Pronto para fazer sua parte.*

- Quando estiver pronto, Sr Especialista...

[Bastian aguarda a entrada de Ed e quando entrar, permanece afastado do ladino a uma distância equivalente ao alcance da tocha, deixando o ladino na obscuridade.]


Última edição por Fabricix em Sex 03 Out 2008, 02:01, editado 1 vez(es)
avatar
Fabricix
Légolas
Légolas

Masculino Número de Mensagens : 465
Reputação : 10
Pontos de Usuário : 3797
Data de inscrição : 14/08/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Le Dulce - Aldrin

Mensagem  gangrel em Qui 02 Out 2008, 21:13

*Hekameah sorri para Bastian acenando com a cabeça.* - De nada.

*O paladino saca sua espada longa e a mantem em punho, se posicionando atras de klaus e lori para quando a porta abrir não perderem tempo.*
avatar
gangrel
Frodo e Sam
Frodo e Sam

Masculino Número de Mensagens : 96
Idade : 33
Localização : Porto Alegre
Reputação : 0
Pontos de Usuário : 3340
Data de inscrição : 22/09/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Le Dulce - Aldrin

Mensagem  Lucius em Sab 04 Out 2008, 11:37

*Quando Edmond abaixa-se para descobrir a situação da maçaneta, ele descobre que a fechadura está aberta. Não há necessidade de seus instrumentos serem usados.

Assim que abrem a porta, é possível ver um vulto além da porta, na frente de uma escada em espiral para o andar superior da igreja. A luz da tocha de Batian ilumina o corpo de um humano, usando as vestes ensanguentadas de clérigo da Chama Dourada, está erguido no ar, preso pelos braços às paredes laterais, como se crucificado. Não é corda que o prende, mas uma massa cinza e viscosa que liga suas mãos às paredes.

Amanda inspira bruscamente, falando baixinho:*

- Otto...!?

*Klaus arregala os olhos enquanto balbucia:*

- Te-...Teia mágica?

*Então o homem começa a erguer a cabeça, esforçando-se por falar algo. Com a voz fraca e hesitante, ele fala:*

- So-... somente dragões devem passar por aqui... e dentre eles... Green Rage é o mais esperado... Não resta muito tempo...

*Ao terminar de falar, ele desmaiou, sem mais forças.*
avatar
Lucius
Lich King
Lich King

Masculino Número de Mensagens : 468
Idade : 35
Reputação : 13
Pontos de Usuário : 3857
Data de inscrição : 22/12/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Le Dulce - Aldrin

Mensagem  gangrel em Sab 04 Out 2008, 20:29

*Ao ver a cena, Hekameah afasta todos do caminho e corre na direção do sacerdote.*

- Eu lhe proíbo de desistir, volte a respirar agora. *Hekameah usa Lay on Hands mesmo antes de chegar perto do sacerdote, uma luz azulada sai da mão esticada do paladino e vai envolvendo o corpo do clérigo.*

*Ao chegar no sacerdote, o paladino golpeia as teias com sua espada longa na tentativa de soltá-lo.*

- Amanda, suponho que eu não seja o especialista em cura aqui, e não garanto que somente meu esforço seja o suficiente para reanimá-lo, então sugiro que pare de tremer e venha até aqui.
avatar
gangrel
Frodo e Sam
Frodo e Sam

Masculino Número de Mensagens : 96
Idade : 33
Localização : Porto Alegre
Reputação : 0
Pontos de Usuário : 3340
Data de inscrição : 22/09/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Le Dulce - Aldrin

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 7 de 10 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum