A Fúria Verde

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

A Fúria Verde

Mensagem  Lucius em Sex 15 Ago 2008, 16:28

Não era possível acreditar. Não era possível para Mayaren acreditar que o anel gasto e com dois dos seus três pequenos rubis perdidos era na verdade um Anel dos Três Desejos com ainda um Desejo latente. Não era possível acreditar que Green Rage havia aparecido no momento derradeiro enquanto lutava contra globinóides refugiados em Green Lair e a salvara de um destino pior que a morte. Não era possível acreditar que ela tivera a coragem de dizer que gostaria de estar sempre ao seu lado para ajudá-lo no que ela pudesse. Não era possível acreditar que, pelo poder do Desejo, Mayaren e Green Rage estavam eternamente ligados um ao outro, até que algo fosse capaz de desfazer o que havia sido feito, e Green Rage tentou.

Dois desejos, um atrás do outro, foram gastos por Green Rage até ele desistir e resolver ir falar diretamente com os Grandes Mestres de Pandorah em seu Círculo dos Sete Céus, e quando ele se teletransportou para lá, Mayaren foi magicamente transportada junto.

Como magias de teleporte não funcionam corretamente dentro do Círculo dos Sete Céus, Green Rage foi obrigado a lançar magia de Vôo sobre Mayaren e foram o mais rápido possível para o centro do mundo, o centro do Círculo cujas torres parecem sustentar os céus!

Ao chegarem ao centro, encontraram Miriam, a Mestra da Chama Rosa, a Mestra de Mayaren, cercada por leões e veados, falcões e coelhos, e muitos outros animais convivendo na máxima harmonia e paz, como nunca seria possível em outras circustâncias.

Green Rage aproximou-se bruscamente da Mestra e perguntou:

- Por que negam meus Desejos? Por acaso não percebem o erro que foi cometido? Como podem permitir que esta criança vá aonde eu for?

A Mestra, olhando tranquilamente para GR, respondeu:

- Como sabes que foi um erro? Prever o futuro é algo que nem mesmo nós Mestres temos a audácia de fazê-lo. Um Mestre aprovou o pedido e eu não irei desfazê-lo meramente por sua vontade. Sabe, Green Rage, a vida nunca te deu o que você quis mas sempre te deu o que você precisou.

- Loucura! Somente a loucura poderia fazê-la dizer que isto está certo. Eu vou desfazer isso! Não importa o que seja necessário, eu vou separá-la de mim! Mas tudo aquilo que ela sofrer até lá será culpa de vocês, de todos vocês! Espero que percam sua paz ao saber disso!

E então, de forma tão brusca como chegou, Green Rage virou-se para ir embora, falando para Mayaren sem olhar para ela.

- Eu não posso ficar parado pensando numa forma de livrar-te de teu infeliz pedido. Eu preciso lutar. Neste exato momento, vários dragões que fugiram da Barreira de Draconian estão tramando o retorno do tempo da Soberania Dracônica sobre todas as raças, um tempo onde nenhum outro tipo de vida além dos dragões era permitido. Eu não posso ficar parado, por isso tente ficar viva até que eu encontre uma forma de libertá-la. Precisamos ir agora.

E novo teleporte foi feito, levando consigo Mayaren para o campo de batalha.

Fogo, gritos, morte. Um vilarejo em chamas. Dragões vermelhos sobrevoavam sem clemência um canto quase esquecido do Reinado de Telbran. Qual motivo teriam para realizar tão grande ataque sobre tão tranquilo e pequeno local?

No meio da cidade, correndo e atirando contra os Dragões, estava Miriel Guard, a feiticeira que acompanhava Green Rage a alguns anos, mais obedecendo suas ordens do que compartilhando de sua companhia. Por ordem de Green Rage, Miriel havia vindo para cá, para avisá-lo de quando chegasse a hora, e a hora tinha chegado.

Green Rage surgiu ao lado de sua aliada, juntamente com uma elfa trajando as vestes dos clérigos.

Green Rage apenas olhou para Miriel e disse:

- Cuide dela! Descubra onde está o Bastão Draconior neste vilarejo e volte para Green Lair. Prepare-se! Eles trouxeram seus soldados!

Após estas palavras, Green Rage começou a correr pelo pátio e saltou assumindo sua forma dracônica em pleno salto, batendo suas asas para ganhar os céus em direção aos três dragões vermelhos que preparavam-se para a próxima investida, que prometia reduzir a cinzas qualquer resquício do vilarejo.

Fumaça, gritos, dor, desespero. Um vilarejo com não mais de 100 casas e uma população que tentava fugir da morte certa. Feridos por todos os lados. Isso é o que aguarda Pandorah se os dragões forem soltos. O fim de tudo.
avatar
Lucius
Lich King
Lich King

Masculino Número de Mensagens : 468
Idade : 35
Reputação : 13
Pontos de Usuário : 3978
Data de inscrição : 22/12/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Fúria Verde

Mensagem  Miriel Guard em Dom 17 Ago 2008, 18:09

*Olha para a elfa e diz:*
-Cuidar? Ele é maluco, mal consigo cuidar de mim mesma sem morrer.
- De qualquer forma bem vinda pequena elfa...
... ao batalhão da suicida. *Gargalhada*
avatar
Miriel Guard
Frodo e Sam
Frodo e Sam

Número de Mensagens : 72
Reputação : 0
Pontos de Usuário : 3411
Data de inscrição : 22/07/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Fúria Verde

Mensagem  Niele em Dom 17 Ago 2008, 19:11

*Mayaren sentia seu coração bater forte... Sempre, a todo instante, ela podia sentir aquela palpitação seguido do frio na barriga. Tudo aquilo acontecera tão rápido que ela mal tivera tempo de refletir sobre. Goblinóides, Green Rage, desejo... A mestra Miriam!! Nunca havia visto sua Mestra antes!! Sem conseguir parar para pensar se aquele desejo fora realmente um erro, Mayaren apenas acompanha Green Rage calada.*

*Sente como se sua alma pesasse ao chegarem no vilarejo, era pânico e terror para todos os lados.*

Miriel escreveu:-Cuidar? Ele é maluco, mal consigo cuidar de mim mesma sem morrer.
- De qualquer forma bem vinda pequena elfa...
... ao batalhão da suicida. *Gargalhada*

- Obrigada pelas boas vindas, apesar de crer que não são tão boas assim. Não se preocupe comigo, continue seu trabalho.

*Mayaren começa a correr pelas ruas do vilarejo, indo em auxílio dos feridos e pessoas tentando fugir. Como de costume, daria seu máximo.*

"- Talvez eu entenda porque aceitaram meu desejo... É bom estar aqui para poder tentar ajudar estas pessoas." - ela pensa.

_________________
"Este caminho... Ninguém o percorre, Salvo o crepúsculo.
De que árvore florida chega? Não sei.
Mas é seu perfume..."


avatar
Niele
Lich King
Lich King

Feminino Número de Mensagens : 644
Idade : 27
Localização : Porto Alegre
Reputação : 0
Pontos de Usuário : 3981
Data de inscrição : 28/11/2007

Ver perfil do usuário http://www.fotolog.com/fabiane_3

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Fúria Verde

Mensagem  Lucius em Dom 17 Ago 2008, 21:35

*Mayaren aproximou-se de um jovem caído com a perna queimada. Seus ferimentos pareciam necessitar de cuidados prolongados, ou mágicos, mas a magia disponível à Mayaren era pouca e os feridos, muitos.

- Por favor, minha filha, salve minha filha!

*Gritava o homem, olhando para a casa em chamas, completamente consumida pelo fogo. O homem desmaiou logo em seguida.

A fumaça tornou-se tamanha que os céus ficaram nublados. O calor era quase insuportável. As casas queimavam como a fúria de um demônio dos nove infernos. Mas alguns prédios ainda estavam de pé. Dentre eles, o prédio da prefeitura parecia estranhamente poupado dos ataques. O único refúgio naquele momento.*
avatar
Lucius
Lich King
Lich King

Masculino Número de Mensagens : 468
Idade : 35
Reputação : 13
Pontos de Usuário : 3978
Data de inscrição : 22/12/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Fúria Verde

Mensagem  Niele em Seg 18 Ago 2008, 21:01

*Situação complicada, cada minuto poderia ser uma vida perdida. Mayaren rapidamente utiliza uma de suas magias de cura mais fracas para apenas estancar os ferimentos daquele homem e não permitir que morresse. Corre até a casa em chamas, parando em frente a porta... Procura ao redor algo, qualquer coisa, que pudesse ajudá-la a se proteger do fogo. Um pano grosso para se cobrir, que não inflamasse tão rápido, já ajudaria. Ela ajeita seu manto de maneira que cobrisse seu nariz e boca e tenta ver por qual maneira seria mais fácil adentrar a casa. Pela porta, pela janela, pelos fundos... O lugar com menos chances de fazê-la morrer...

Caso seja impossível entrar e sair daquela casa com vida, Mayaren desiste e segue em frente. Mas a mínima possibilidade de sucesso já seria o suficiente para fazê-la tentar.*

_________________
"Este caminho... Ninguém o percorre, Salvo o crepúsculo.
De que árvore florida chega? Não sei.
Mas é seu perfume..."


avatar
Niele
Lich King
Lich King

Feminino Número de Mensagens : 644
Idade : 27
Localização : Porto Alegre
Reputação : 0
Pontos de Usuário : 3981
Data de inscrição : 28/11/2007

Ver perfil do usuário http://www.fotolog.com/fabiane_3

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Fúria Verde

Mensagem  Miriel Guard em Seg 18 Ago 2008, 21:33

*Miriel sente o arrepio de sempre que vai fazer algo para o Gr e pensa "ele mandou eu cuidar dela" corre bem rápido para chegar na elfa. Com grande calma na voz diz*
-Não se preocupe ele nunca nos daria uma missão que não desse para realizar, vc vai ver nós vamos conseguir.
-além do mais, eu to cuidando de tí, não vou permitir que vc se de mal.
*Passa na frente para a elfa não ver a cara de agora eu me ferrei* No
avatar
Miriel Guard
Frodo e Sam
Frodo e Sam

Número de Mensagens : 72
Reputação : 0
Pontos de Usuário : 3411
Data de inscrição : 22/07/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Fúria Verde

Mensagem  Lucius em Ter 19 Ago 2008, 08:57

*Mayaren facilmente encontrou a lona de uma carroça derrubada ao chão para servir-lhe de proteção e descobriu que o fogo ainda não tinha tomado a porta dos fundos. Então preparou-se e entrou. O barulho do crepitar da madeira era alto demais, mas o choro de uma criança chegou aos ouvidos de Mayaren. O teto rangia sem parar, pronto para cair a qualquer momento, mas Mayaren não temeu. Logo descobriu que a criança estava embaixo da mesa da cozinha. O mais rápido que pôde, puxou a criança para si e ouviu o desabar do telhado. As chamas a consumiriam, não havia dúvidas disso. Abraçando a criança num instinto de proteção, Mayaren apenas ouviu o quebrar de tábuas de madeira à sua frente. Com o pouco de esperança que ainda lhe restava, ela abriu os olhos ... e viu Green Rage em forma humana atravessando as chamas como se fossem flores de alguma diabólica recepção á sua pessoa, e ele passou voando pelos dois, abraçando Mayaren, que ainda trouxe a criança, para atravessar a outra parede, usando o próprio corpo como escudo enquanto o teto encontrava o chão atrás de Mayaren. Do lado de fora, Mayaren mal tinha se arranhado e a criança estava bem, abraçada com todas as forças à cintura da clériga heróica, mas Green Rage estava irritado:*

- O que está fazendo? Vê aqueles dragões? - *Green Rage apontou para os três dragões vermelhos que batiam em retirada.* - Eles escaparam! Escaparam porque eu vi o que fazias e tive que salvá-la! Quantas mortes inocentes você acha que eles causarão ainda? A vida desta criança valeu a pena?

*Green Rage virou-se, enfurecido como poucas vezes já esteve, em direção a Miriel e disse:*

- Eu disse para cuidar dela e procurar pelo Bastão! Será que não posso contar com você? Se eu não puder, eu não tenho motivos para trazê-la comigo da próxima vez. Se não pode levar isto a sério, não posso deixar que crianças fiquem brincando no campo de batalha para que eu as salve em um ciclo sem fim! Vou lhe dar mais uma chance, Miriel! Encontre o Bastão Draconior!

*Neste momento os gritos desumanos de vozes cavernosas se fez ouvir ao redor de todo o vilarejo. Cercando todas as saídas, uma tropa de dragonborns armadurados e armados com espadas de duas mãos começavam a investida contra qualquer cidadão que ainda estivesse vivo. Green Rage falou com voz fria, sem olhar para as duas:*

- Eu cuidarei deles. Enquanto isso, procurem pelo bastão.

*Green Rage olhou com o canto dos olhos a criança abraçada em Mayaren e a tocou no ombro enquanto dizia palavras sibilantes no idioma dracônico. Assim que a tocou, a criança desapareceu envolta em uma poeira esverdeada. Green Rage falou, com a voz mais calma:*

- Não se preocupe. Eu a mandei para um lugar seguro. Mesmo porque "casa" ela não possui mais.

*Então, retomando sua face assassina, voltou-se para os dragonborns e gritou para as duas:*

- O que estão esperando? Vão para a prefeitura! Por que acham que pouparam aquele prédio? O Bastão deve estar lá dentro!
avatar
Lucius
Lich King
Lich King

Masculino Número de Mensagens : 468
Idade : 35
Reputação : 13
Pontos de Usuário : 3978
Data de inscrição : 22/12/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Fúria Verde

Mensagem  Niele em Ter 19 Ago 2008, 14:47

Miriel escreveu:-Não se preocupe ele nunca nos daria uma missão que não desse para realizar, vc vai ver nós vamos conseguir.

*Antes de adentrar na casa, ao ouvir as últimas palavras de Miriel, Mayaren apenas responde, sem se virar.*

- Missão? Hm... Não recebo "missões" de Green Rage, meus motivos para estar aqui são outros.

*Mayaren adentrara a casa... Green Rage neste momento devia estar ocupado batalhando portanto não haveria porque se preocupar. Quanto a Miriel... Bem ela parecia ser uma guerreira, portanto também deveria haver outras coisas para se preocupar. Desviando nas labaredas de fogo e pedaços de madeira que caiam, a clériga ouvira o choro da criança, sentindo um aperto no peito. A cada passo que se aproximava daquela voz de pânico este aperto aumentava. Envolveu a criança em seus braços, se precisasse morrer para dar àquela pequena menina o direito de viver, ela o faria. O teto estava desabando... E agora??? Abraçando a criança e levando-a ao chão, cobrindo as duas com a lona, Mayaren orou por proteção.*

*Sua ajuda aparece, milagrosa, mas não da maneira como ela gostaria.*

Lucius_D escreveu:- O que está fazendo? Vê aqueles dragões? - *Green Rage apontou para os três dragões vermelhos que batiam em retirada.* - Eles escaparam! Escaparam porque eu vi o que fazias e tive que salvá-la! Quantas mortes inocentes você acha que eles causarão ainda? A vida desta criança valeu a pena?

- Teve que me salvar? Eu entendo seus motivos Green Rage e acho correto que lute contra este mal que os dragões vem fazendo, mas não pense que eu ficaria de braços cruzados assistindo alguém morrer, não foi isto que Miriam me ensinou, e você sabe muito bem disto. Mas... Obrigada. *Um sorriso gentil de gratidão se faz no rosto da elfa, sorriso que poderia desarmar até mesmo os mais durões.*

*Mayaren não entendia... Por que ele simplesmente não a deixara morrer? Já era a segunda vez que ele a salvara do perigo, o que era realmente estranho para aquele dragão verde... De certa forma, isso alimentava muito o coração de Mayaren, pois podia significar que em Green Rage nascia um novo coração, com compaixão e pesar ao próximo. Ou... Ele simplesmente não a deixara morrer, por causa da magia que os unia. E se quando ela morresse, Green Rage tivesse de morrer também, para que nunca se separassem? Mayaren agora sentia o peso de sua escolha... De qualquer forma, ele utilizara uma de suas magias para enviar aquela criança a um lugar seguro, alguém sem um pingo de amor no peito não se preocuparia com isso. Ou simplesmente fizera isto para que Mayaren não ficasse protegendo aquela criança e assim acabasse atrapalhando seus planos... Ah... Esse Green Rage é realmente caótico...*

*Ela olha, calma, para os vários e vários inimigos se aproximando. Não devia temer, não a atacariam... E Green Rage... Ela tinha certeza que ele sozinho daria cabo de todos. Ela se vira para Miriel, então estava ali alguém que ela poderia ajudar.*

- Não faço idéia do que seja este bastão... Mas pelo jeito é importante, vamos!

*Parte com Miriel em direção a prefeitura.*

_________________
"Este caminho... Ninguém o percorre, Salvo o crepúsculo.
De que árvore florida chega? Não sei.
Mas é seu perfume..."


avatar
Niele
Lich King
Lich King

Feminino Número de Mensagens : 644
Idade : 27
Localização : Porto Alegre
Reputação : 0
Pontos de Usuário : 3981
Data de inscrição : 28/11/2007

Ver perfil do usuário http://www.fotolog.com/fabiane_3

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Fúria Verde

Mensagem  Miriel Guard em Ter 19 Ago 2008, 17:55

*Corre na direção da Mayaren*

- Ei elfa escute aqui, Green Rage disse para mim protege-la e para pegar o bastão, pelo visto você também quer o bastão, portanto eu agradeceria se você ficasse atrás de mim, pois tenho dois motivos para não deixá-la morrer: primeiro, Green Rage iria me matar; segundo, adoraria poder conversar com alguém que não me olhasse de cara feia.

*Passa na frente da elfa e pega o arco*

"Droga, não tenho tempo e nem conhecimento do terreno desse lugar para bolar um plano. Ele não deveria trazer ela aqui, sempre trabalhei sozinha. Bom de qualquer forma, serei o escudo dela."

- Elfinha, por nada nesse mundo você morre hoje.
avatar
Miriel Guard
Frodo e Sam
Frodo e Sam

Número de Mensagens : 72
Reputação : 0
Pontos de Usuário : 3411
Data de inscrição : 22/07/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Fúria Verde

Mensagem  Lucius em Ter 19 Ago 2008, 20:39

Mayaren escreveu:- Teve que me salvar? Eu entendo seus motivos Green Rage e acho correto que lute contra este mal que os dragões vem fazendo, mas não pense que eu ficaria de braços cruzados assistindo alguém morrer, não foi isto que Miriam me ensinou, e você sabe muito bem disto. Mas... Obrigada. *Um sorriso gentil de gratidão se faz no rosto da elfa, sorriso que poderia desarmar até mesmo os mais durões.*

*Green Rage arregalou os olhos surpreso! Fazia muito tempo que alguém não tinha coragem de lhe rebater daquela maneira, mas quatro palavras lhe chamaram mais atenção do que todo o discurso: "Teve que me salvar?". Estas palavras ecoaram pela mente de Green Rage por alguns segundos. Lembrou-se de algo ruim, lembrou de algo odioso. A imagem de um homem com cabelos vermelho metálicos lhe veio à mente e suas palavras esquentaram cada gota de sangue dracônico que havia em suas veias: "Você está amolecendo, Green Rage. Se continuar assim, eu o matarei com facilidade no futuro". Green Rage despertou do sonho ruim e olhou novamente para Mayaren, sua face denotando a mesma fúria de antes, mas não respondeu à clériga. Apenas manteve suas ações. O sorriso de Mayaren, no entanto, o fez parar novamente. Como podia sorrir daquela forma pura e simples em meio ao caos e morte que a cercava? Quem era aquela elfa, que parecia se sentir tão à vontade em sua aterradora presença? Mas isso ficaria para depois, agora vinham os dragonborns!

A prefeitura estava a vinte metros de distância, mas nada as impedia de chegar até lá. O prédio estava desolado. Corpos de soldados podiam ser encontrados na entrada da prefeitura e o barulho do revirar de móveis podia ser ouvido no seu interior. Elas não estavam sozinhas! A porta da entrada estava aos pedaços, deixando livre a entrada.*
avatar
Lucius
Lich King
Lich King

Masculino Número de Mensagens : 468
Idade : 35
Reputação : 13
Pontos de Usuário : 3978
Data de inscrição : 22/12/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Fúria Verde

Mensagem  Miriel Guard em Ter 19 Ago 2008, 22:15

"O que pode ter lá dentro?" *Miriel pensa no como seria bom simplesmente ter ficado naquele outro plano, com seu reizinho rabujento e desconfiado, pensa como seria bom poder estar ao lado de alguém que faz com que seu espírito fique tranquilo, pois assim ela poderia facilmente pensar em um plano, com toda certeza se sentiria feliz em morrer para protege-lo*

"- O que quer que eu faça meu cinzento? Só queria protege-lo!" - ela pensou.

*Abre a porta lentamente tentando ver o que há lá dentro enquanto abre, em passos cautelosos ela entra na prefeitura e avança aos pocos o que pode*

"As vezes gostaria de ser protegida também. Gostaria de poder ajudar esse mundo, para que ele conseguise finalmente se sentir seguro, sem ter que estar sempre alerta com os inimigos....... e amigos"
avatar
Miriel Guard
Frodo e Sam
Frodo e Sam

Número de Mensagens : 72
Reputação : 0
Pontos de Usuário : 3411
Data de inscrição : 22/07/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Fúria Verde

Mensagem  Niele em Ter 19 Ago 2008, 23:56

*A clériga acompanha Miriel, adentrando a prefeitura sem tanta cautela assim, porém se esforçando para não chamar tanto a atenção. Ao contrário de Miriel, seu arco permanecia nas costas e as flechas intocadas.*

- O que exatamente estamos procurando?

*Ela pergunta baixinho, enquanto elas adentram o lugar.*

_________________
"Este caminho... Ninguém o percorre, Salvo o crepúsculo.
De que árvore florida chega? Não sei.
Mas é seu perfume..."


avatar
Niele
Lich King
Lich King

Feminino Número de Mensagens : 644
Idade : 27
Localização : Porto Alegre
Reputação : 0
Pontos de Usuário : 3981
Data de inscrição : 28/11/2007

Ver perfil do usuário http://www.fotolog.com/fabiane_3

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Fúria Verde

Mensagem  Lucius em Qua 20 Ago 2008, 17:51

Miriel escreveu:*Abre a porta lentamente tentando ver o que há lá dentro enquanto abre, em passos cautelosos ela entra na prefeitura e avança aos pocos o que pode*

*Tamanha a concentração de Miriel ao entrar que o dragonborn de escamas vermelhas no final do corredor esquerdo, que parecia observar outros eventos no outro corredor, nem percebeu quando ela pôs os pés para dentro da prefeitura, cuidando para não fazer barulho sobre as lascas de madeira da porta arrebentada que estavam espalhadas pelo chão, mas logo atrás veio Mayaren, não tão preocupada assim com as lascas de madeira, e foi com pavor que Miriel ouviu as lascas quebrarem sob os pés da clériga, seguido do rugido de alerta do dragonborn. Ele as tinha visto e estava preparando-se para enfrentá-las!*

[Ordem das postagens em combate: Miriel, Mayaren e Dragonborn#1 - Battleground disponível no tópico específico]
avatar
Lucius
Lich King
Lich King

Masculino Número de Mensagens : 468
Idade : 35
Reputação : 13
Pontos de Usuário : 3978
Data de inscrição : 22/12/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Fúria Verde

Mensagem  Miriel Guard em Qua 20 Ago 2008, 20:37

*Miriel, que estava com a arma em punho, move o arco para a posição de ataque, mas usa uma de suas mãos ainda afastada do arco ela para mirar o inimigo, e diz:*

- Fadas, façam com que meus inimigos fiquem fracos perante a minha presença!

*Embora o arco não pussua um fio, quando Miriel passa os dedos como se puxasse uma linha imaginária, uma flecha prateada começa a surgir pairando no meio do arco, e então ela dá um sorriso malicioso de canto de boca. Quando ela solta, uma energia prateada e intensa se move novamente em direção ao dragonborn.*

[Miriel usa sua ação menor para usar Warlock's Curse, sua ação padrão para usar Dire Radiance. Caso o alvo morra, ela automaticamente se teleporta para 7-B e corre para 3C]
avatar
Miriel Guard
Frodo e Sam
Frodo e Sam

Número de Mensagens : 72
Reputação : 0
Pontos de Usuário : 3411
Data de inscrição : 22/07/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Fúria Verde

Mensagem  Niele em Qua 20 Ago 2008, 23:05

*Mayaren paraliza ao sentir o estalar da madeira abaixo de seus pés, que mancada!*

- Uh... Perdão!!

*A clériga observa o dragonborn alarmado com a presença das duas... Um combate certamente seria inevitável. Uma criatura daquelas certamente não merecia outra coisa senão sentir o calor das chamas de Miriam. Mayaren podia sentir a fúria latejante nos olhos daquele dragonborn e com certeza ela não conseguiria estabelecer qualquer tipo de conversa em uma situação como aquela.*

*Mayaren corre até metade do corredor, se aproximando do inimigo. Ergue um pouco seus braços como quem sauda o Sagrado, fechando os olhos e brandindo em fervor as seguintes palavras:*

- Rogo a Miriam os poderes a mim concedidos para combater o mal em seu nome e em nome de toda a humanidade! Que a lança ardente da Chama Rosa se faça!

Em seu peito, prendendo o manto, há um amuleto feito de quartzo-rosa talhado no formato de uma rosa. Este amuleto começa a adquirir uma coloração de rosa mais forte, e uma intensa energia se forma, saindo do amuleto e formando acima de Mayaren uma lança de energia chamuscante. Esta lança rapidamente parte em ataque ao dragonborn a sua frente.*

[Mayaren usa sua ação de movimento para se deslocar até a posição 6B e uma ação padrão para utilizar Lance of Faith.]

_________________
"Este caminho... Ninguém o percorre, Salvo o crepúsculo.
De que árvore florida chega? Não sei.
Mas é seu perfume..."


avatar
Niele
Lich King
Lich King

Feminino Número de Mensagens : 644
Idade : 27
Localização : Porto Alegre
Reputação : 0
Pontos de Usuário : 3981
Data de inscrição : 28/11/2007

Ver perfil do usuário http://www.fotolog.com/fabiane_3

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Fúria Verde

Mensagem  Lucius em Qui 21 Ago 2008, 17:17

*Com um movimento rápido de corpo, o dragonborn abaixou-se, esquivando da flecha prateada lançada por Miriel, mas quando olhou para frente, Mayaren já tinha se movido e uma lança rosa havia se formado sobre sua cabeça, partindo rapidamente contra seu peito, acertando-o em cheio. Miriel sentiu-se inspirada pela maravilha da fé de Mayaren, mais confiante em acertar seu próximo ataque. Mas a coragem de Mayaren não passou despercebida. Com incontida fúria, o dragonborn avança sobre Mayaren, descendo poderosamente sua espada sobre o peito da clériga que o tinha acertado. Mayaren conseguiu escapar do golpe, mas o esforço para sair do caminho da espada deixou suas marcas em suas forças. Não sabia quantos mais deste poderia escapar.*
avatar
Lucius
Lich King
Lich King

Masculino Número de Mensagens : 468
Idade : 35
Reputação : 13
Pontos de Usuário : 3978
Data de inscrição : 22/12/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Fúria Verde

Mensagem  Miriel Guard em Qui 21 Ago 2008, 17:54

*Miriel olha para o dragonborn com certo interesse malicioso que só uma batalha causa e fala para o dragonborn:*

- Ah! Quem diria, mas não acredito que você repita essa façanha.

*Corre para mais perto do dragonborn e mais uma vez puxa o ar onde era para existir a corda de seu arco fazendo com que novamente uma energia prateada vá em direção ao inimigo.*

[Miriel corre até o 6C usa sua ação padrão para usar ELDRICH BLAST. Caso o alvo morra, ela automaticamente se teleporta para 3C]
avatar
Miriel Guard
Frodo e Sam
Frodo e Sam

Número de Mensagens : 72
Reputação : 0
Pontos de Usuário : 3411
Data de inscrição : 22/07/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Fúria Verde

Mensagem  Niele em Qui 21 Ago 2008, 23:24

*A elfa desvia em reflexo do golpe do dragonborn, assustada por não esperar um ataque tão rápido e direto depois de ter invocado os poderes de Miriam.*

- Criaturas como você não possuem cérebro, não possuem coração... Apenas possuem a podridão do sangue que carregam consigo. Não merecem viver!! A Lança Sagrada de Miriam arderá sobre você novamente, morra!!!

*Repetindo os movimentos anteriores, novamente a energia flui de seu símbolo sagrado, criando a lança ardendo em chamas cor-de-rosa que parte em ataque ao dragonborn.*

[Mayaren usa uma ação de movimento para dar um passo de ajuste e uma ação padrao para utilizar o Lance of Faith]

_________________
"Este caminho... Ninguém o percorre, Salvo o crepúsculo.
De que árvore florida chega? Não sei.
Mas é seu perfume..."


avatar
Niele
Lich King
Lich King

Feminino Número de Mensagens : 644
Idade : 27
Localização : Porto Alegre
Reputação : 0
Pontos de Usuário : 3981
Data de inscrição : 28/11/2007

Ver perfil do usuário http://www.fotolog.com/fabiane_3

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Fúria Verde

Mensagem  Lucius em Sex 22 Ago 2008, 16:56

Miriel escreveu:*Corre para mais perto do dragonborn e mais uma vez puxa o ar onde era para existir a corda de seu arco fazendo com que novamente uma energia prateada vá em direção ao inimigo.*

Não houve como escapar! De tão perto, a flecha de Miriel acertou em cheio o peito do dragonborn, deixando suas marcas na loriga de escamas que ele utilizava. O dragonborn urrou em fúria! Mas antes que tivesse tempo de agir...

Mayaren escreveu:*Repetindo os movimentos anteriores, novamente a energia flui de seu símbolo sagrado, criando a lança ardendo em chamas cor-de-rosa que parte em ataque ao dragonborn.*

... a lança de Mayaren formara-se rapidamente sobre sua cabeça, partindo em velocidade contra o enfurecido e descuidado dragonborn, consumindo-o em chamas, antes de apagarem-se, deixando apenas o corpo sem vida do monstro no chão.

Mas neste momento Miriel e Mayaren ouviram mais grunhidos vindo do corredor onde ele estava antes. E a fonte dos ruídos parecia pronta para aparecer a qualquer instante.*
avatar
Lucius
Lich King
Lich King

Masculino Número de Mensagens : 468
Idade : 35
Reputação : 13
Pontos de Usuário : 3978
Data de inscrição : 22/12/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Fúria Verde

Mensagem  Niele em Sex 22 Ago 2008, 20:53

*Mayaren ouve o barulho se aproximando.*

- Miriel não podermos perder tempo com estas criaturas! Neste momento já podem ter encontrado o bastão!

*A elfa vai até o corredor de baixo, contrário a que o dragonborn havia ido, para averiguar a situação. A clériga ora baixinho, a energia cor-de-rosa se concentrando em seu amuleto pronta para disparar a qualquer momento mais uma lança. Ela espia com o canto do olho.*

[Mayaren se desloca até o quadrado XYZ (o battleground sumiu) e deixa uma Lance of Faith preparada]

_________________
"Este caminho... Ninguém o percorre, Salvo o crepúsculo.
De que árvore florida chega? Não sei.
Mas é seu perfume..."


avatar
Niele
Lich King
Lich King

Feminino Número de Mensagens : 644
Idade : 27
Localização : Porto Alegre
Reputação : 0
Pontos de Usuário : 3981
Data de inscrição : 28/11/2007

Ver perfil do usuário http://www.fotolog.com/fabiane_3

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Fúria Verde

Mensagem  Lucius em Dom 24 Ago 2008, 18:37

*Mayaren observa o corredor vazio, apenas com quadros e vasos revirados, e uma porta a sua frentee outra no meio do corredor. Ouve barulhos vindos da porta do meio.

Acima, Miriel pode perceber a aproximação de outros dragonborns. Se ela ficar ali, eles a verão logo!*
avatar
Lucius
Lich King
Lich King

Masculino Número de Mensagens : 468
Idade : 35
Reputação : 13
Pontos de Usuário : 3978
Data de inscrição : 22/12/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Fúria Verde

Mensagem  Niele em Dom 24 Ago 2008, 19:50

*Mayaren chama atenção de Miriel falando o mais baixo possível.*

- Psiu, Miriel, venha!

*Aguarda.*

_________________
"Este caminho... Ninguém o percorre, Salvo o crepúsculo.
De que árvore florida chega? Não sei.
Mas é seu perfume..."


avatar
Niele
Lich King
Lich King

Feminino Número de Mensagens : 644
Idade : 27
Localização : Porto Alegre
Reputação : 0
Pontos de Usuário : 3981
Data de inscrição : 28/11/2007

Ver perfil do usuário http://www.fotolog.com/fabiane_3

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Fúria Verde

Mensagem  Miriel Guard em Seg 25 Ago 2008, 20:09

*Miriel passa pela elfa e tenta ver o que tem na próxima sala, com cuidado e com seu arco em punhos*

"Miriel pensa no real motivo pelo qual Green Rage pediu para que ela cuidasse da elfa.
A elfa parecia se virar tão bem quanto ela. Será que a elfa é alguém tão importante assim para o Green Rage?"

{Miriel vai até o H18 com seu arco e passa para o I18 furtivamente para espiar}
avatar
Miriel Guard
Frodo e Sam
Frodo e Sam

Número de Mensagens : 72
Reputação : 0
Pontos de Usuário : 3411
Data de inscrição : 22/07/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Fúria Verde

Mensagem  Niele em Seg 25 Ago 2008, 20:37

*Mayaren acompanha os passos de Miriel, desta vez se esforçando para ser furtiva.*

- O que está vendo? - *Pergunta baixinho*

*Se pudesse, a clériga evitaria os combates, o ideal seria pegar o que buscavam e ir embora o mais rápido possível.*

_________________
"Este caminho... Ninguém o percorre, Salvo o crepúsculo.
De que árvore florida chega? Não sei.
Mas é seu perfume..."


avatar
Niele
Lich King
Lich King

Feminino Número de Mensagens : 644
Idade : 27
Localização : Porto Alegre
Reputação : 0
Pontos de Usuário : 3981
Data de inscrição : 28/11/2007

Ver perfil do usuário http://www.fotolog.com/fabiane_3

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Fúria Verde

Mensagem  Lucius em Seg 25 Ago 2008, 21:51

*Miriel avança pelo corredor, cautelosamente, chegando até a porta arrombada da sala no meio do corredor, mas ainda em pé o suficiente para cobrir o corpo da warlock. Do outro lado, Miriel podia ver dois dragonborns revirando uma ampla sala enquanto procuravam alguma coisa.

Quando Mayaren falou com ela, Miriel quase gritou de susto, tamanha a furtividade usada por Mayaren em sua aproximação, mas nenhum dos inimigos percebeu a proximidade das duas.*
avatar
Lucius
Lich King
Lich King

Masculino Número de Mensagens : 468
Idade : 35
Reputação : 13
Pontos de Usuário : 3978
Data de inscrição : 22/12/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Fúria Verde

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum